7° MP-RO de Jornalismo tem homenagem a Euro Tourinho e palestra com Cristina Serra

evento jornDezenas de jornalistas se reuniram, na noite desta segunda-feira (20), para acompanhar o 7° Prêmio MP-RO de Jornalismo, em Porto Velho. A cerimônia foi realizada pelo Ministério Público de Rondônia (MP-RO) para premiar as melhores reportagens feitas por jornais impressos, sites de notícias e emissoras de televisão do estado.

A premiação, feita no auditório do MP, foi marcada por muita emoção entre os jornalistas. Logo no início foi feita uma homenagem ao jornalista Euro Tourinho, que aos 95 anos se tornou o comunicador mais velho em atuação no estado.

evento jorn 1Euro ficou conhecido por comandar a direção do jornal impresso Alto Madeira, que em outubro encerrou os trabalhos após 100 anos de circulação. Pelo trabalho feito no periódico, Euro recebeu uma placa de homagem do MP-RO.

Logo depois da homenagem, a mestre de cerimônia convidou o público para a premiação.

A Rede Amazônica Ariquemes foi uma das finalistas do prêmio na categoria TV, com uma reportagem sobre a obra de uma escola parada em Monte Negro (RO). No VT, a repórter Franciele do Vale contou o drama dos pais que esperavam a obra terminar para matricular os filhos no local.

evento jorn 2O primeiro vencedor anunciado na noite foi o jornalista Jaylson Vasconcelos, que venceu na categoria jornalismo impresso com uma matéria sobre mobilidade urbana no Diário da Amazônia.

Já Paulo Andreoli, do Rondônia AoVivo, levou o 1° lugar da categoria jornalismo online com a matéria sobre fraude no Colégio Tiradentes e a atuação do MP-RO no caso. Na categoria TV, o 1° lugar foi para o repórter Emerson Barbosa, da Rede TV. Cada vencedor levou para casa um cheque de R$ 4 mil.

Para fechar, o MP-RO realizou a grande premiação da noite, de R$ 12 mil. Nesta categoria quem venceu foi Yalle Dantas, também da Rede TV.

Palestra

evento jorn 3Depois da premiação, a jornalista Cristina Serra, da Rede Globo, comandou uma palestra com os convidados presentes. Já no início a jornalista revelou a admiração que teve pelo jornalista Euro Tourinho, com quem conversou antes da premiação.

Ao G1, a jornalista afirmou que foi honroso ter participado da premiação.

“Acho importando o MP estimular o jornalismo e a reportagem. A matéria-prima do jornalismo é a reportagem, e o prêmio estimula a reportagem. Eu me considero basicamente uma repórter, mesmo tendo atuado como comentarista no Programa do Jô. O jornalismo não existe sem essa figura chave que é o repórter “, disse.

Na encontro com os jornalistas, Cristina Serra tirou dúvidas e falou sobre os principais desafios da profissão. Segundo ela, quem deseja entrar no ramo precisa “amar ser repórter”.

“Hoje em dia eu dou muita palestra, viajo muito pelo brasil e vejo muita gente querendo fazer jornalismo por glamour. Eu sempre bato nessa tecla”, afirma.

Cristina ainda diz:

“Jornalismo é 98% de transpiração, 1% de inspiração e 1% de glamour. Repórter tem que sujar o pé na lama, na chuva, etc. É lá que tem alguém precisando de nossa ajuda, é de lá que vai sair a nossa reportagem”, afirma.

Confira abaixo as imagens dos vencedores por categoria:

evento jorn 4

evento jorn 5

evento jorn 6

evento jorn 7Fonte: G1

Deixe o seu comentário