A maior competição náutica está de volta

BARCO-CROSSA realização do 10º Barco Cross de Jaru está confirmado para o próximo dia 8 de maio. Pela tradição e a importância desta competição, “carro-chefe” do esporte amador do município de Jaru, o recorde de participante está previsto, além de competidores da Bolívia pela terceira vez. A rica premiação R$ 8 mil é um dos atrativos dos remadores de barcos da capital, do interior e da Bolívia.

A Associação Cultural, Social e Desportiva de Jaru – WS, em conjunto com a prefeitura do município, através da Semcel, pelo secretário Adjunto Marcelo, seguindo as orientações da Justiça, Secretaria de Meio Ambiente, EPA, Polícia Militar e Bombeiros; mudaram a chegada do 10º Barco Cross, a bandeirada será na Chácara do Esquadrão do Barro em Jaru.

Isolamento

O Corpo de Bombeiros determinará o isolamento nas proximidades da Prainha, evitando qualquer acidente ou risco ao público presente no momento da chegada do 10º Barco Cross; que contará com, portal de entrada onde será proibida a entrada de bebidas em vasilhames de vidro; aproveitando a bela mata que fica nas proximidades do local da chegada, sendo um charme a mais ao evento.

A organização cederá barracas no local da Chegada a entidades sem fins lucrativos, tais como: Apae, Clube de Mães, Kolping e outros. As atividades Esportivas e Culturais serão também no local apropriado durante todo o domingo, dia 8 de maio (Dia das Mães); como também apresentações de Capoeira e Danças, SlackLine, Barco Cross Mirim (50 metros com barquinho na cintura), apresentação de Jet Ski, Trilha de Bike com grupo Jaru Selva Bike e Trilha de Motos – Esquadrão do Barro; com orientação da Marinha do Brasil e inscrições do evento.

Colocaremos seguranças nas proximidades no momento da chegada e na Beira do Rio Jaru como já foi feito na última edição. Os locais de estacionamento serão definidos pela organização, dando fluxo somente aos veículos da PM e Bombeiros; o carro de som servirá para informes e orientações pela EPA, Semmas referente à proteção da natureza.

Fonte: Diário da Amazônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA