“Acreditem no sonho” diz campeão olímpico a atletas do Joer em Vilhena

joer-vhaFoi a partir de um sonho, aos 11 anos de idade, que Emanuel Rego começou uma carreira vitoriosa. Dono de três medalhas olímpicas e 10 títulos mundiais no vôlei de praia, Emanuel foi o embaixador escolhido para a etapa estadual juvenil dos Jogos Escolares de Rondônia, Joer, em Vilhena. Aos 43 anos, 25 deles dedicados ao esporte, o atleta se aposentou das quadras em março deste ano, e continua sendo referência para muitos jovens.

Atentos, dezenas de jovens ouviram e registravam os conselhos do multicampeão do vôlei de praia. No discurso, Emanuel falou de sua vida profissional e ressaltou os temas: sonho e amizade.

– Sempre tenha um sonho e acreditem nele. Meu sonho começou com 11 anos, pensando que eu gostaria de ser um atleta de seleção brasileira. Então, a partir dali, eu comecei a projetar minhas coisas. Acredite e faça amigos, pois precisamos deles – orientou.

Em entrevista ao GloboEsporte.com, Emanuel explica que o objetivo de sua participação no Joer é motivar os novos atletas, para que continuem fazendo esporte, e colaborar para criação de uma cultura esportiva. O campeão olímpico destaca a importância das crianças e jovens verem, através do esporte, um futuro, seja nas quadras ou na sociedade. Sobre conselhos para os novos atletas, Emanuel destacou três.

joer-vha1– Primeiro é a dedicação, como em todos os esportes. O segundo é acreditar no sonho. O outro é ter bons profissionais ao lado. Acho que isso facilita muito no caminho. Você tendo bons profissionais, consegue ter uma carreira mais limpa, duradoura, sem muitas lesões e com a capacidade de progredir a cada ano – salientou.

Emanuel esteve em todas as edições dos Jogos Olímpicos que contaram com o vôlei de praia: Atlanta 1996, Sidney 2000, Atenas 2004, Pequim 2008 e Londres 2012, conquistando três medalhas, de ouro, prata e bronze. Em 2016, Emanuel e Ricardo seriam reserva, pois não conseguiram ficar entre as duas melhores duplas do Brasil na temporada 2015 do Circuito Mundial. Com isso, anunciou aposentadoria no início do ano e não competiu.

– Minha participação neste ano, na Olimpíada, foi como comentarista no vôlei de praia. Eu participei de cinco jogos anteriores. Foi a primeira vez que estive fora do vôlei de praia, mas também foi muito interessante, porque eu vi uma evolução. Eu acompanhei o esporte crescer e esse ano no Rio de Janeiro, que foi um mega evento, foi um dos melhores. Então fico satisfeito por ter feito parte da história do vôlei de praia nas Olimpíadas – enfatizou.

Joer

O jogador de vôlei Bruno Henrique Gonçalves Reis, de 17 anos, foi campeão brasileiro na etapa nacional dos Jogos Escolares em 2014 e medalha de bronze no ano passado. O rapaz, que é levantador e capitão da seleção do estado, ressalta que Emanuel é exemplo a ser seguido.

– Esta visita serve de motivação. Você fica mais alegre e se dispõe a treinar mais e chegar aonde ele chegou. Isso ajuda a gente a se motivar cada vez mais. Ajuda no trabalho, incentiva o esporte de Vilhena e de Rondônia a crescer – salienta.

O gerente geral de Juventude e Infraestrutura do Comitê Olímpico do Brasil, COB, e diretor geral dos Jogos Escolares, Edgar Hubner, fala da importância do Joer para o crescimento do esporte no país.

– Os jogos são fundamentais para gente poder entender se está no caminho certo. A gente está desenvolvendo uma etapa nacional, mas sem os estados, sem os municípios, sem as escolas, a gente não vai conseguir evoluir. Aqui a gente presencia o esforço de todos os professores e cidades para o esporte nacional crescer – expõe.

joer-vha2Conforme a direção do evento, o Joer conta com a participação de 1.925 participantes, entre atletas e organizadores. São 178 escolas de 46 municípios, que disputam em 15 modalidades. A cerimônia de abertura aconteceu no sábado, 8, e os jogos encerram no dia 17 de outubro. Os vencedores participam da etapa nacional, em novembro, em João Pessoa, PB.

Fonte: GE

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA