Acusado de matar motorista com tiro pelas costas é condenado a 19 anos de prisão em RO

familiares-no-julgamentoUm jovem de 22 anos, que era acusado de matar um motorista em janeiro de 2014 numa lanchonete de Ariquemes (RO), no Vale do Jamari, foi condenado a quase 20 anos de prisão pelo homicídio. A sentença foi divulgada na sexta-feira (24) após cerca de 6 horas de julgamento.

Familiares e amigos de Cleiton Ianes de Assis, que tinha 39 anos, lotaram o plenário do fórum de Ariquemes para acompanhar o júri. Eles usavam camisetas com os dizeres “Queremos justiça”.

Por volta de 14h a decisão foi anunciada pelo juiz Muhammad Hijazi Zaglout. O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri entendeu que o acusado Marcos Adriano Krepel de Freitas matou a vítima usando recurso que dificultava a defesa e, portanto, merecia ser condenado.

O jovem também foi condenado pela lesão corporal de um homem, que estava com o motorista no momento do crime.

Os jurados também descartaram o entendimento de que o réu havia cometido o crime sob forte emoção e justificativa moral, devendo ter a pena atenuada, como queria a defesa.

A sentença descreve que Marcos Adriano “executou a vítima de forma pensada e premeditada, com absoluta frieza emocional, determinação e certeza”. O motorista foi morto pelas costas com um tiro na nuca.

A decisão também aponta que Cleiton era uma pessoa “boa e livre de defeitos”, a partir dos depoimentos dos familiares. A sentença não detalha a motivação do crime.

Diante do entendimento dos jurados sobre as acusações, Marcos foi condenado a 19 anos de reclusão pelo homicídio de Cleiton e 5 meses pela lesão corporal do homem que estava com ele no momento do crime. De acordo com o Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia (TJ-RO), a pena deverá ser cumprida inicialmente em regime fechado, sem o direito de recorrer em liberdade.

O caso

Cleiton Ianes foi assassinado no dia 17 de janeiro de 2014 enquanto esperava o almoço em uma lanchonete na BR-364, entrada do Bairro Mutirão, em Ariquemes. O único disparo efetuado atingiu também um homem que estava próximo de Cleiton no momento do crime. Ele teve ferimentos leves.

No mesmo dia do crime, a arma utilizada na execução foi encontrada em uma casa nas proximidades da lanchonete.

Na semana seguinte ao homicídio, foi pedida pela Polícia Civil a prisão de Marcos Adriano, na época com 19 anos, como suspeito do crime a partir do depoimento de testemunhas.

Fonte: G1

Deixe o seu comentário