ALE susta efeitos de decreto que extingui Caerd

aleA Assembleia Legislativa sustou na sessão de hoje os efeitos do decreto que nomeou a atual presidente da Campanhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd), Iacira Terezinha Rodrigues de Azamor, para tomar providências referentes à liquidação e extinção da empresa.

Segundo o Sindicato dos Urbanitários (Sindur), a empresa tem dívidas da ordem de R$ 1 bilhão e 200 milhões e muitos prefeitos já realizaram a municipalização. A intenção é enxugar e negociar as concessões.

Será um processo, longo, de anos. Os funcionários serão chamados ao sindicato que vai oferecer um Programa de Demissão Voluntária (PDV) e depois serão exonerados.

No sábado passado, o governador Daniel Pereira (PSB) discutiu com o sindicato e está aguardando um posicionamento da categoria para saber a solução mais favorável para o futuro da Caerd.

 

Fonte: Diário da Amazônia

Deixe o seu comentário