Bancários ameaçam entrar em greve dia 30 de setembro

greveOs funcionários dos bancos poderão parar suas atividades, por tempo indeterminado, a partir do dia 30 de setembro. É o que indica o Comando Nacional dos Bancários.

O comando recebeu da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), na última sexta-feira 19, proposta de reajuste de 7% (0,61% de aumento real) no salário, na PLR e nos auxílios refeição, alimentação e creche, além de 7,5% no piso (1,08% acima da inflação), índice bem abaixo dos 12,5% reivindicado pela categoria.

Rondônia

Em Rondônia, a assembleia geral para deliberar sobre a aprovação da greve acontece na próxima quinta-feira, 25, na sede do Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (Seeb-RO), em Porto Velho.

“O que foi oferecido pela Fenaban é um índice que contempla um ganho real já nessa primeira proposta, mas é um índice que está muito abaixo do que exigimos e que sabemos que os bancos podem atender”, explica José Pinheiro, presidente do Seeb-RO.

De acordo com o sindicalista, somente nos seis primeiros meses deste ano, as instituições bancários do País tiveram lucro líquido de mais de R$ 23 bilhões.

“Infelizmente não conseguimos arrancar uma proposta mais justa e coerente, pois nessa proposta não há a proteção ao emprego, mais contratações, mais segurança e melhores condições de trabalho, fim do assédio moral e das metas abusivas”, frisou.

Até o momento, o presidente do Seeb-RO lembrou que ainda não há sinal de que haverámais outra rodada de negociação. Na avaliação dele, os próprios bancos estão empurrado os funcionários para a greve.

Fonte: Assessoria

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA