Biólogo monta insetário em RO e doa coleção para ajudar reconstruir Museu Nacional, no Rio

O biólogo e professor da Universidade Federal de Rondônia (Unir), Gabriel Cestari Vilard, montou uma coleção com mais de 200 insetos típicos de Rondônia e doou o insetário para ajudar a reconstruir o Museu Nacional no Rio de Janeiro, destruído após um incêndio em setembro de 2018.

A montagem dos insetários do professor foi feita no campus de Guajará-Mirim (RO), cidade distante a 330 quilômetros de Porto Velho.

Com o intuito de ajudar a repor parte da coleção de insetos perdida no incêndio do Museu Nacional, professor e alunos da Unir catalogaram diversas espécies de insetos nos últimos meses de 2018. Em dezembro, o professor levou a primeira remessa de insetos ao Museu.

Ao G1, o educador conta que após o incêndio destruir parte do acervo do Museu Nacional, ele resolveu doar caixas entomológicas de insetos capturados em Guajará-Mirim.

“A coleção do museu nacional do Rio contava com 5 milhões de exemplares e era reconhecida como uma das maiores coleções do mundo. E, justamente levando em consideração a tentativa de recuperar o máximo possível da coleção, decidi ajudar. Na verdade a coleção do Museu Nacional não vai ser totalmente recuperada porque muitas espécies eram extintas”, diz Gabriel.

Fonte: G1

Deixe o seu comentário