Caminhão-museu leva história de conflitos agrários a Marabá, no PA

caminhaoA cidade de Marabá, no sudeste do Pará, recebeu a visita de um caminhão transformado em museu que se propõe a revelar a história dos conflitos agrários no país. O município foi o primeiro da região Norte a receber a visita do projeto “Sentimentos da Terra” e escolhido pelo histórico de conflitos ocorridos na região.

“Por ser ponto importante nessa história de luta pela terra, uma região marcada por conflitos de indígenas, quilombos, grileiros, posseiros, a gente precisava recuperar essa história nesse mesmo local”, explicou a coordenador do caminhão-museu, Marcela Teles.

O caminhão-museu já percorreu seis estados e 15 cidades brasileiras desde março do ano passado. O projeto, criado a partir da parceria entre a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), é organizado sob forma de exposição interativa, com paineis e monitores em que o visitante pode saber mais sobre os conflitos pela posse da terra no Brasil.

“Eu aprendi sobre a Irmã Dorothy, que ela lutava pelos camponeses, pela Amazônia, que ela lutava pela terra e foi assassinada brutalmente”, conta o estudante Mateus Ferreira.

Além de obter informações, quem visitou também pode se caracterizar como um dos personagens da história de conflitos, como o cangaceiro Lampião. O caminhão dispõe ainda com sala de leitura, área para palestras e cinema.

“Chamou muito minha atenção esse conflito com os seringueiros e envolvendo as terras, a floresta, a conservação”, pontuou missionário peruano Jaime Forero, há seis meses na cidade.

Fonte: G1

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA