assaltosEm menos de dez dias, três assaltos, dois ataques frustrados e um roubo seguido de sequestro. O último caso de violência contra os usuários do Espaço Alternativo, em Porto Velho, aconteceu durante a noite de terça-feira última, por volta das 20h, e como desfecho, a prisão do acusado Mateus W.C.S., 20 anos de idade. De acordo com as informações, o infrator foi neutralizado por policiais militares após tentar um assalto a um mulher que praticava atividades físicas no local.

Segundo informações colhidas em ocorrência policial, a vítima foi seguida pelo acusado que transitava num motocicleta na companhia de um comparsa. Ela percebeu as atitudes suspeitas dos motoqueiros e começou a clamar por ajuda. Na ocasião, policiais militares entraram em ação e perseguiram a dupla de motoqueiros.

De acordo com o que foi relatado, o acusado Mateus tentou escapar mas perdeu o equilíbrio e caiu. Seu comparsa, obteve mais sucesso e escapou. O infrator foi levado para a Central de Polícia onde prestou depoimento e foi autuado em flagrante pela prática delituosa. Para os policiais que atuaram no caso, crimes com esta características não são planejados e vem ocorrendo com mais frequência em função da exposição de objetos de valor que, na maioria das vezes, as vítimas exibem.

INSEGURANÇA

O número de ocorrências de roubos, furtos e tentativas frustradas de assaltos tem ocorrido com mais frequência no Espaço Alternativo, em Porto Velho, e os frequentadores do local apelam para que as autoridades ofereçam mais policiamento. “O ambiente é bom e seria interessante que nos fosse oferecida mais segurança. Acho que falta mais policiamento e iluminação. Há trechos totalmente escuros e isso facilita o ataque de bandidos”, explica um popular.

Na semana passada um homem foi atacado por uma quadrilha e, após ter a caminhonete roubada, foi mantido refém pelos infratores. Seu veículo foi recuperado quando dois dos envolvidos com o crime tentavam atravessá-lo para a Bolívia, possivelmente para o narcotráfico. Os quatros suspeitos foram presos pela PM.