Chuvas devem ocorrer em maior volume no próximo trimestre em RO

arvoresNos próximos três meses, o volume de chuva deve ser maior e acima dos padrões climáticos nos estados de Rondônia, Acre, sudoeste do Amazonas e parte do Mato Grosso, segundo o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam). Os dados são do Boletim Climático da Amazônia, edição com previsões consentidas entre meteorologistas de Manaus, Belém e Porto Velho, para prever o volume de chuva da Amazônia Legal no próximo trimestre.

O boletim é feito para direcionar possíveis órgãos e pessoas que dependem de informações climáticas para realizar as atividades, além de prever números como a média do volume de chuva. Normalmente, o volume de chuva esperado para o mês de outubro é 192.7mm em média, de acordo com o meteorologista Carlos Quirino. “A previsão é que o volume seja maior que esse número este ano”, explica.

Segundo o Sipam, a alteração tem a ver com o fenômeno ‘El Niño’, causado pelo aquecimento do Oceano Pacífico Tropical. “Quando se tem alteração da temperatura do oceano pacífico, a circulação geral da atmosfera também se altera. Em alguns locais fica mais seco e em outros não”, explica Quirino.

Enquanto em Rondônia o volume de chuva será maior, no leste do Amazonas, norte do Maranhão, nordeste paraense, mesorregião do Baixo Amazonas e Amapá devem ter chuvas com volume abaixo dos padrões climatológicos para a região, diz o boletim. De acordo com os dados do Sipam, as águas superficiais do Oceano Pacífico Equatorial deverão manter o padrão de aquecimento nas regiões afetadas pelo ‘El Niño’, alterar a circulação atmosférica e modular o clima na Amazônia.

Fonte: G1

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA