Colisão frontal entre motocicletas deixa uma vítima fatal e duas gravemente feridas

acidente-cacoalMais um grave acidente de trânsito envolvendo duas motocicletas foi registrado na manhã deste sábado (27), por volta de 09 h e 30 minutos na linha 10 da Rodovia do Café, aproximadamente 10 km do perímetro urbano de Cacoal – RO. Segundo a Polícia, o motociclista identificado como Valdeir Bezerra de Lima trafegava com sua motocicleta CG 125 Titan de placa NCT-9860 pela rodovia do café no sentido Cacoal, quando tentou realizar uma ultrapassagem; e, ao transpor a pista contrária acabou colidindo transversalmente com uma motocicleta YBR 125 de Placa NDO-4450 que se deslocava no sentido oposto e tinha como ocupantes, o piloto, identificado como Adeilson Alves e o carona, Geraldo Pereira de Souza, 78 anos.

Com a violência do impacto, Geraldo Pereira foi lançado no meio fio a margem direita da pista e não resistiu aos graves ferimentos e veio a óbito instantaneamente. Já os dois condutores das motocicletas caíram aproximadamente 70 metros de distâncias um do outro e ambos tiveram parte dos membros inferiores dilacerados, sendo que o caso mais grave foi de Valdeir Bezerra, que possivelmente terá a perna esquerda amputada.

Viaturas “sucateadas” do Corpo de Bombeiros

Uma Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros esteve no local do acidente e devido às condições da UR conduziu apenas Valdeir para o Pronto Socorro da Unidade Mista. A outra vítima que permaneceu caída no meio da rodovia, aguardou por mais de 40 minutos o retorno da Unidade de Resgate e teve que ser conduzido em uma viatura de buscas e salvamento não apropriada para prestar tal atendimento. Durante o deslocamento do local do acidente até o Hospital, a viatura teve que realizar algumas paradas, tendo em vista que a maca estava amarrada em faixas e segura por um BM que foi dentro da carroceria.

Após o socorro das vítimas, a Perícia Técnica iniciou os trabalhos de coleta de informações para apurar o que realmente deu causa ao grave acidente. Após o término dos trabalhos periciais, o corpo de Geraldo Pereira foi removido pela funerária de plantão.

O que mais intrigava os populares que passavam pelo local do acidente, foi o fato da motocicleta causadora do acidente ter parado a quase 100 metros de distância da outra. A mulher que foi ultrapassada pelo veículo causador, informou apenas que o piloto deslocava-se muito rápido pela rodovia.

Geraldo Pereira de Souza, mais conhecido naquela região por “Geraldo tocador de pandeiro” ou “Geraldo da folhinha” por sua destreza com instrumentos musicais, morou por muitos anos em uma propriedade rural as margens da rodovia do café e atualmente estava apenas de passeio na casa de familiares, pois havia se mudado para o estado do Espírito Santo.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA