Competição de robótica em RO é aberta com estudantes de todo o país

tecnologiaTeve início nesta segunda-feira (30), em Porto Velho, a disputa de conhecimento em tecnologia e automação que reúne alunos dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia de todo o Brasil. A solenidade de abertura do evento foi realizada na noite desta segunda, no campus do Instituto Federal de Rondônia (Ifro) da Avenida Calama . Segundo a organaização, a competição acirrada de desenvolvimento e programação de robôs vai agitar a capital nos próximos dois dias.

O Desafio de Tecnologia e Inovação dos Institutos Federais  tem a pré-seletiva para a ‘WorldSkills 2017’, uma  competição mundial que será realizada em Dubai, nos Emirados Árabes.

tecnologia1A seleção final acontecerá em Vila Velha, no Espírito Santo. “Nessa modalidade, em especial, temos uma equipe do Instituto de Rondônia, do campus de Porto Velho, que é forte candidata ao título”, avaliou a pró-reitora de extensão do Ifro, Maria Goreth Araújo Reis.

Além de competir em cinco modalidades (Cospace, Sumô, Viagem ao Centro da Terra, Robotino e WorldSkills), os alunos do Ifro são responsáveis pelas oficinas de programação de robôs, que é voltada para o público.

tecnologia2O evento, além do caráter educativo, tem a missão de despertar estudantes e adultos para o mundo da automação, área que, segundo o consultor de aplicações de uma das patrocinadoras do evento, Paulo Villiger, é carente de especialistas no Brasil.

“O foco é medir a capacidade dos estudantes na resolução de problemas urgentes e o conhecimento para o desenvolvimento dos robôs”, explica, acrescentando que essas tarefas devem impelir os jovens a se aperfeiçoarem na área.

Competidores

A estratégia parece dar certo, pelo menos é o que demonstram alguns alunos. Os jovens Lucas Santos e Pedro Araújo, do IF do Amapá, por exemplo, começaram a trabalhar com robótica neste ano e já venceram a seletiva do estado deles na categoria Cospace – um robô virtual que atua como num jogo de videogame. “Fui convidado por um professor e estou adorando”, relata Lucas.

tecnologia3Outro destaque da competição é a adolescente Caliel Ritse, de Porto Velho. Aos 14 anos, ele e o amigo, Paulo Cristiano Marques Pereira Filho, de 15, participaram de duas seletivas na categoria Sumô e venceram em ambas. “Estamos nos preparando há dois meses para esta competição. Estamos otimistas”, disse Caliel.

Mas quem acha que esse mundo de inovação só atrai rapazes está enganado. Júlia Christina Gonçalves, Maiara da Silva Santos e Eleonora Avello, três jovens paranaenses de 15 anos, da equipe “Hakuna Matata”, vão disputar na categoria seguidor de faixa. “Soubemos que o desafio será um pouco diferente do que estamos acostumadas, mas nada que comprometa nosso trabalho”, destacou a líder da equipe Júlia Gonçalves.

tecnologia4Representando o IF do Rio Grande do Norte, o jovem Rohdriggo Cunha, de 16 anos, também disputará o evento na categoria Robotino. “Somos três na equipe e viemos com vontade de ganhar”, asseverou com otimismo de quem sabe o que vai fazer.

A disputa de robôs terá início às 10h desta terça-feira (31), no hall de entrada do Porto Velho Shopping.

Oficinas

Segundo a organização, as oficinas terão duração média de 3 horas e cada turma será composta por até 20 pessoas. Os participantes serão instruídos sobre como programar o cérebro do robô para movimentos simples. Os robôs ficarão prontos, serão apresentados os equipamentos acoplados e como funciona cada um deles: o motor, os sensores e o cérebro do robô.

Para participar, a pessoa não precisa ter nenhum conhecimento prévio. As oficinas também serão direcionadas para os estudantes do ensino fundamental, dentro da faixa etária permitida.

Fonte: G1
COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA