COPA DO BRASIL: VEC X PONTE PRETA jogam hoje em Rondônia

vecDiante do abismo de investimento e pretensões entre Vilhena e Ponte Preta, o jogo desta terça-feira, às 21h30 (horário de Brasília), coloca frente a frente o sonho de um e o dever do outro. Enquanto o Vilhena encara a estreia na Copa do Brasil como a partida do ano, a Macaca aproveita o jogo no Portal da Amazônia, em Vilhena-RO, para testar opções do elenco. É com um time alternativo que o clube campineiro vai tentar conter a euforia dos donos da casa e confirmar a condição de favorito no duelo.

Favoritismo este que os números fazem questão de aumentar. Se por um lado o Vilhena tem folha salarial de R$ 80 mil, a Ponte gasta de R$ 600 mil a R$ 700 mil para manter o elenco em dia. Nos campeonatos que disputam, a diferença entre os adversários também é gigante. A Macaca joga um dos estaduais mais visados do país e está de volta à Série A do Brasileiro. Por outro lado, os rondonienses chegam à estreia da Copa do Brasil com apenas dois jogos disputados. Foram duas derrotas, ambas para o Nacional-AM, pela Copa Verde.

Diante de tais dificuldades, o Vilhena tenta avançar pela primeira vez na Copa do Brasil, após cinco eliminações. O desafio começa com a Ponte, em repetição do duelo de 2009, quando caiu ainda na primeira fase. À época, o clube rondoniense alegou que, no jogo de volta, mais da metade dos jogadores estava com virose e teve mau desempenho em campo. No currículo, o Vilhena traz partidas contra Fortaleza (2006), Atlético-PR (2010), Avaí (2011) e Palmeiras (2014). Apesar da tradição diferente, jogou de igual para igual com o Verdão no Portal da Amazônia. Na partida de volta, o time paulista mostrou sua força e venceu por 2 a 0.

Embalada no Campeonato Paulista, com seis partidas de invencibilidade (quatro vitórias e dois empates), a Ponte viajou praticamente com reservas. Ainda assim, Guto Ferreira considera que o grupo tem total condição de encaixar e, quem sabe, eliminar o confronto da volta. Entre os destaques da equipe que irá a campo nesta terça estão o meia Adrianinho e o volante Josimar.

Paulo Henrique de Melo Salmazio, do Mato Grosso do Sul, será o árbitro da partida. O SporTV transmite o duelo ao vivo, com Luiz Carlos Júnior, Lédio Carmona e Edinho.

ESCALAÇÕES

Vilhena: eliminado na primeira fase da Copa do Brasil em todas as participações, o Vilhena resolveu investir em 2015 e trouxe Márcio Bittencourt, bicampeão brasileiro pelo Corinthians (volante no título de 1990 e técnico em parte da conquista de 2005). Para esta terça-feira, o time chega inteiro, sem desfalques. O treinador avalia ainda três possíveis esquemas táticos, mas deve entrar em campo com: Jamilton; Henrique, Junior, Marinho e Carlinhos; Jonatas, Flávio, Rai e Roberth; Vinicius e Roallase.

Ponte Preta: o time alternativo da Macaca será formado por jogadores que têm entrado com frequência no Paulistão e outros que ainda sequer estrearam pela Macaca. Neste segundo pacote estão o goleiro João Carlos, o zagueiro Diego Ivo, o meia Danilo Neves e os atacantes Fágner e Vitor Xavier. Do quinteto, os três primeiros estão cotados para começar a partida. A provável Ponte tem João Carlos, Jeferson, Renato Chaves, Diego Ivo e João Paulo; Josimar, Dedé, Adrianinho e Thomás; Danilo Neves e Fábio Santos.

QUEM ESTÁ FORA

Vilhena: todos os atletas estão à disposição.

Ponte Preta: Marcelo Lomba, com uma fratura na costela, Rildo, com lesão na coxa, e Paulinho, com um problema no músculo posterior da coxa, não reúnem condições de jogo.

Fonte: Globoesporte Rondônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA