Cresce atendimento à menores vítimas de abuso sexual em Ji-Paraná

denunciaCresceu o número de crianças e adolescentes vítimas de abuso e exploração sexual sendo atendidas pelo Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), em Ji-Paraná(RO), região central do Estado. Só nos primeiros quatro meses de 2016 já foram 53 vítimas atendidas, enquanto que em todo o ano de 2010 o órgão atendeu 81 casos.

De acordo com o Creas, em 2010, o número de atendimentos passou dos 80. Já em 2011, subiu para 133. Em 2013, o número cresceu mais de 100%, chegando a 191 vítimas. No último ano, o número foi de 117, e no primeiro quadrimestre de 2016 já são 53 menores de idade que precisaram do auxílio. Nos anos de 2012 e 2014 a taxa teve pequenos decréscimos, mas ainda assim os número foram muito altos.

A coordenadora da instituição, Glecia Ranny, ressalta a gravidade da situação. “Nós temos casos horríveis de violência sexual no nosso município. Desde crianças de um ano e meio até jovens próximos a maioridade. A violência sexual precisa ser combatida”, diz.

Para ela, a melhor forma de combate é a denúncia. Por isto, há três anos, a Campanha Faça ‘Bonito – Proteja Nossas Crianças e Adolescentes’ acontece em Ji-Paraná para conscientização e divulgação do disque denúncia pelo número 100.

A Glécia explica que para que o menor seja atendido existe todo um processo. “Primeiro vem a denúncia. Poder ser pelo conselho tutelar ou delegacias. Isto é necessário para formalizar estas denúncias”, explica.

Dentro do Creas, o primeiro passo é a visita de um assistente social. Depois da visita, a vítima e sua família são levadas ao Centro para serem acompanhadas por vários profissionais. “Nós temos assistente social, pedagogo, psicólogo, e toda a equipe trabalha com a criança”, explica a coordenadora.

A campanha
A Campanha Faça Bonito foi lançada na manhã de segunda-feira (16) em Ji-Paraná. O evento reforça a importância do assunto.
Entre as programações estão palestras e apresentações em escolas para conscientizar crianças e adolescentes.
Na última quarta-feira (18) aconteceu o Dia Nacional de Combate à Exploração Sexual de Crianças.
Fonte: G1

 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA