Cresce o número de eleitores em Ji-Paraná

forumAs eleições de outubro deste ano, quando haverá a escolha para os cargos de deputado estadual, deputado federal, senador, governador e presidência da república, já têm ao menos uma novidade em Ji-Paraná. O aumento do número de eleitores passou dos 80 mil, registrado nas eleições de 2016 para 103 mil, segundo informações do Cartório da 3ª Zona Eleitoral do Fórum eleitoral local.

O Fórum eleitoral que atualmente realiza seu atendimento, provisoriamente, na rua Caetano Costa (274), região do bairro Urupá, primeiro distrito do município, deve voltar à sua sede situada na avenida Marechal Rondon no início deste mês de fevereiro, após a conclusão das obras de reforma e ampliação do imóvel, que teve início em outubro do ano passado.

Segundo a chefe do Cartório da 3ª Zona Eleitoral, Alessandro Rodrigues, o eleitor deve ficar atento ao prazo de regularização da situação junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). No momento, a pessoa pode procurar o Fórum Eleitoral para solicitar o primeiro título eleitoral, transferência e revisão da segunda via até o dia nove de maio (quarta-feira). No caso de adolescente com 15 anos, ele também pode fazer o título desde que o mesmo complete 16 anos até o dia 7 de outubro. A exigência também vale para os eleitores que não votaram nas últimas eleições. Quem não se regularizar, ficará com o título suspenso, estará sujeito a ser multado (R$ 3,50), não conseguirá obter certidão negativa, e com isso, não poderá tomar posse em caso de aprovação em concurso público.

Dados informados pelo Fórum Eleitoral de Ji-Paraná, apresentam um aumento surpreendente na quantidade de eleitores neste município referente às eleições de 2016 até o presente momento. Nas eleições municipais, o município registrava pouco mais de 80 mil eleitores, e nesta terça-feira (30) os números já apontavam 103 mil eleitores, ou seja, aumento superior de aproximadamente 20 mil eleitores.

O segundo distrito da cidade, de acordo com os dados numéricos, continua sendo o maior reduto eleitoral (3ª Zonal) com mais de 70 mil eleitores, enquanto que o primeiro distrito (30ª Zona) com 33 mil eleitores.

Procura

A chefe do cartório lembrou que nos últimos dias a procura pela regularização cresceu bastante, e a tendência é que o crescimento seja ainda maior com a aproximação do prazo final, estipulado pela Justiça Eleitoral que é nove de maio. “A partir de cinco de fevereiro iniciaremos a mudança para o prédio próprio da avenida Marechal Rondon, e deveremos passar alguns dias com o atendimento suspenso, até que todos os equipamentos estejam montados e instalados”, concluiu.

 

Fonte: Diário da Amazônia

Deixe o seu comentário