Porto Velho: Cristiane Lopes projeta criar ouvidoria especializada da mulher

Cristiane Lopes se reuniu com delegadas da Polícia Civil de Rondônia afim da criação da Ouvidoria Especializada à Mulher no Município de Porto Velho. A responsabilidade pelos trabalhos de execução da Ouvidoria Municipal Especializada às Mulheres será realizado por uma mulher com formação em Direito.

A finalidade da Ouvidoria será a do recebimento das denúncias de munícipes que desejam relatar ocorrências de assédio moral e sexual que são constantes e infelizmente parte desses assédios são repetidos ou calados por não haver um mecanismo eficiente que combata-o no âmbito do Poder Executivo do Município de Porto Velho.

A Ouvidoria Especializada atuará nas diferentes formas de manifestação do assédio como a chantagem e a intimidação que são mascarados pelos assediadores.

Segundo a candidata Cristiane Lopes do PP, o assédio contra as mulheres é uma Violência que afeta diretamente o trabalho e a vida pessoal das mulheres. De cunho opressivo e discriminatório, ela constitui uma violação aos direitos humanos.

“A coragem é acessível a todos, mas o primeiro passo para denunciar o assédio é entender e ter consciência que você está vivendo uma situação de assédio, misoginia e machismo. Cada mulher tem o direito de lidar com isso de forma que é confortável para ela e que tem condições para o fazer”, acordaram as delegadas com a candidata Cristiane Lopes durante a reunião.

Piadinhas, cantadas, insultos e abusos. No ambiente de trabalho, milhares de mulheres sofrem com assédio moral, assédio sexual, agressão física, discriminação e preconceito. Essas violências afetam diretamente o trabalho e a vida pessoal delas.

Participaram da reunião, além da candidata à prefeitura de Porto Velho Cristiane Lopes e o candidato vice-prefeito Delegado Dr. Pedro Mancebo, as senhoras Edna Mara de Souza e Maria Madalena Dias da Silva, ambas atuaram e atuam na Especializada à mulher e família- Deam. A delegada Edna Mara atualmente está aposentada. A delegada Maria Madalena Dias da Silva continua na ativa.

A parceria com as delegadas é muito importante para a construção da Ouvidoria Especializada que atuará com maestria no combate ao assédio moral e sexual e será colocada em prática na gestão da primeira mulher prefeita de Porto Velho.

Fonte: Assessoria

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA