Desafio do Marajó é prova de resistência para ciclistas, no Pará

ciclismoUma prova de esporte, esforço e resistência chega para os adeptos de corridas e do ciclismo no mês de novembro. O Desafio do Marajó 2014 acontece nos dias 15 e 16 do penúltimo mês do ano e promete muitas emoções.

A prova, iniciada em 2009, está em sua sexta edição e vem como substituta de uma das provas de resistência mais difíceis do país: a Corrida de Resistência do Cavalo Marajoara, criada no ano de 1982, por iniciativa da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo da Raça Marajoara. Com um percurso estimado em 180 quilômetros em dois dias, os participantes passavam por diversas vilas da Ilha do Marajó. Problemas com as mortes dos animais fizeram, porém, que a prova fosse cancelada.

No ano de 2008, seis ciclistas resolveram desafiar os cavalos e as dificuldades do percurso. Nando Martins, Marcelo Rodrigues, Ediney Siqueira, Rosinaldo Leal, Ronivaldo Leal e João Batista largaram de Cachoeira do Arari uma hora antes dos cavalos, num sábado, e ao meio-dia de domingo foram recebidos em Soure, local da chegada. Baseado nesse desafio, em 2009, nasceu o I Desafio do Marajó, do qual participaram 30 atletas.

O solo rachado e pisoteado pelos búfalos que habitam a região, a ausência de trilhas e o sol forte com temperatura em média de 40°C dão o panorama do que é a competição. O Desafio do Marajó é uma prova de bicicleta, com trajeto de 140 quilômetros, feito em dois dias. A prova tem largada no sábado, dia 15 de novembro, em Cachoeira do Arari, e atravessa os campos do Marajó até a chegada em Soure no dia seguinte.

Preparativos

Na última quarta-feira, o organizador da prova, João Vicente Pena, participou de uma reunião na qual outros detalhes do evento foram acertados. Ele informou que a prova terá divulgação na Brasil Cycle Fair, a maior feira de ciclismo do país, que ocorre em São Paulo, de 29 de setembro a 1º de outubro.

João Vicente também enalteceu a organização da prova. “Provamos ser plenamente possível a realização da prova. A intenção é fazer uma competição com nível nacional e até internacional, da qual ciclistas do Brasil e do mundo poderão participar, além de divulgar as belezas naturais do Marajó e suas peculiaridades”, aposta. “Esta competição vai abrir portas para novas práticas de turismo em alta, como o eco turismo e o turismo de aventura”, completou.

As inscrições para o Desafio do Marajó 2014 já estão abertas. São duas categorias: a desafio, com 130 quilômetros; e a aventura, com 40 quilômetros. Ambas incluem camisa oficial da prova, transporte das bicicletas dentro do percurso da prova, jantar e café da manhã na fazenda de apoio e pernoite, medalha e pulseira para os que completarem a prova, serviço de hidratação e alimentação nos postos de apoio e serviço de apoio e resgate durante a prova. Inscrições feitas antecipadamente, até 15 de outubro, têm desconto.

Fonte: Portal Amazônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA