Doutores Sem Fronteiras inicia campanha para construção de consultórios odontológicos em RO

sem fronteirasO projeto Doutores Sem Fronteiras iniciou a campanha ‘Sorriso da Amazônia’ que tem como objetivo fazer a instalação de consultórios odontológicos nas comunidades do Baixo Madeira e aldeias indígenas. No total, segundo o presidente do projeto Caio Machado, já existem equipamentos para seis consultórios completos, faltando apenas a estrutura física.

Conforme Caio, o objetivo é construir estruturas fixas nas regiões do Baixo Madeira e nas aldeias indígenas. “Hoje temos o total de seis consultórios completos sendo reformados em São Paulo. Nossa pretenção é que as obras dos locais aonde serão instalados esses consultórios inicie no mês de julho do ano que vem”, conta.

Caio explica que com a construção das estruturas, os atendimentos estarão disponíveis para toda a população em um lugar fixo.”Os consultórios fixos servirão de comodidade para a comunidade, que sempre terão a disposição o trabalho que será oferecido ali”, declara.

Com a existência da estrutura, de acordo com o presidente, também servirá para que outros profissionais realizem trabalhos no local. “Serão consultórios fixos e a comunidade poderá receber de outras organizaçôes e faculdades profissionais que queiram ajudar e oferecer o serviço de atendimento à eles”.

No distrito de Nazaré, de acordo com o presidente, a própria comunidade cedeu uma área para a construção o primeiro consultório odontológico. “Com a autorização da dona Vilma e da comunidade, já temos a fundação do consultório em 400m, no local funcionará o atendimento para a clínica odontológica médica e contará com um alojamento para 40 pessoas”, diz.

Com planejamento a curto prazo, Caio ressalta que há pressa na construção dos consultório. “Nosso objetivo é tentar equipar com consultórios odontológicos todas as comunidades do Baixo Madeira e todas aldeias indígenas em uma meta de três anos”, diz.

Mais de 100 pessoas estão envolvidas no projeto, mas o presidente diz que é preciso a ajuda de todos na construção. “Toda ajuda é bem vinda e todos podem ajudar. Os interessados podem nos contatar pelo site do Doutores Sem Fronteira“.

sem fronteiras1

sem fronteiras2Fonte: G1

Deixe o seu comentário