Em RO, políticos eleitos em 2014 são diplomados para exercer funções

diplomadosO governador eleito em Rondônia, Confúcio Moura (PMDB), o vice-governador Daniel Pereira, o senador Acir Gurgacz, seus dois suplentes, além dos 7 deputados federais e 23 estaduais foram diplomados nesta quarta-feira (17), durante solenidade realizada no auditório da Faculdade Unopar, em Porto Velho. Participaram do evento, o senador da República Valdir Raupp, o secretário municipal de obras, Gilson Nazif e outros representantes políticos.

O evento foi presidido pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE-RO), Péricles Moreira Chagas. Ele ressaltou o alto índice de abstenção dos eleitores, além dos votos brancos e nulos. “A nação vive tempos sombrios, e em nosso estado não é diferente. O alto índicie de abstenção pode ser entendido pelo desvio de propostas e desobediência aos programas. Vocês têm a missão de recuperar esses votos e conquistar o eleitor passivo”, disse Moreira Chagas.

Confúcio Moura discursou por aproximadamente 12 minutos e disse que nunca pensou que um dia seria governador. Saudou concorrentes, família e mencionou a Operação Plateias, deflagrada pela Polícia Federal em novembro deste ano. “Fiquei nocauteado, pois nunca passei por algo igual em toda minha vida. Mas não abaixei a cabeça”, disse.

O deputado estadual mais votado, Adelino Follador, disse que o momento é singular e prometeu trabalhar para atender todas as demandas para o desenvolvimento do estado. Marinha Raupp, deputada federal eleita com maior número de votos, falou da vida pública, que definiu como ‘muito questionada’. “Escolhemos a vida pública, a representatividade política. Hoje muito questionada, porém a missão é honrosa”, disse.

O senador eleito Acir Gurgacz disse que vai trabalhar com ações concretas para o desenvolvimento de Rondônia. “É com a certeza de que preciso trabalhar muito pelo Estado de Rondônia que recebo esse diploma. Que cada um tenha voz e seja ouvido pelos seus governantes e representantes aqui no Estado e lá em Brasília”, disse.

Apenas o deputado estadual José Ribamar de Araújo não compareceu ao evento. De acordo com o TRE-RO, ele receberá o diploma no gabinete do presidente do TRE.

Imprevistos

A diplomação contou com alguns imprevistos. O deputado estadual Ezequiel Neiva de Araújo teve seu diploma trocado durante a cerimônia, mas a equipe técnica resolveu o problema imediatamente.

Já o deputado federal Lúcio Mosquini, que recentemente foi preso na Operação Ludus, deflagrada pelo Ministério Público de Rondônia (MP-RO), foi recebido com palmas e vaias da plateia. Ele alegou que a vida pública é conturbada e que nunca cometeu crime. “Sou um cidadão direito e tenho minha cabeça erguida. Nunca fiz nada de errado e sempre colaborei com o que o Ministério Público me pediu”.

Mosquini ainda disse querer que a Justiça tome providências para reparar um possível dano à imagem dele. “Vou exercer meu mandato, tive mais de 40 mil votos e farei um belíssimo trabalho. Tenho certeza que Rondônia não vai se arrepender de ter votado em mim”, concluiu.

Os representantes eleitos do Poder Executivo tomarão posse nos respectivos cargos públicos em 1º de janeiro de 2015. Já os do Poder Legislativo serão empossados no dia 1º de fevereiro do mesmo ano.

Fonte: G1

 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA