Emater homenageia mães agricultoras

homenagemMais de 100 mulheres agricultoras e mães de alunos da escola Pérola, da Linha 94, do setor Riachuelo pertencente a Ji-Paraná, foram homenageadas pela equipe da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), unidade do distrito de Nova Colina, de Ji-Paraná. A ação aconteceu na manhã de segunda-feira (7) com café da manhã, palestras, corte de cabelos e sorteio de brindes, entre os quais, uma bicicleta.

De acordo com o gerente da Emater Nova Colina, Alan Rodrigues, o evento contou com a participação da Emater Regional, secretaria de Saúde (Semusa) de Ji-Paraná e do Poder Legislativo através dos vereadores, Marcelo Lemos e Cláudia de Jesus, além do deputado estadual Airton Gurgacz. “Como estamos no mês de maio, sempre realizamos esse tipo de ato que tem como objetivo, além de levar conscientização para as mulheres agricultoras, também um pouco de otimismo e reflexão para todas elas”, relatou.

Durante todo o período da manhã, as mais de 100 mulheres presentes participaram de três importantes palestras, sendo elas: O que é Hanseníase? que abordou sintomas, tratamento e transmissão. A palestrante foi a enfermeira Luilda Silva, da Unidade de Saúde Adolfo Rhol. A segunda palestra teve como tema: ‘Autoestima para as Mulheres’, palestra apresentada pela equipe da Emater regional, e ‘Associativismo e Cooperativismo’ da equipe da Emater – unidade de Nova Colina. As mamães também tiveram a participação do cabeleireiro Jefferson Viçosa. Já a contemplada com o sorteio da bicicleta foi a agricultora Maria Inês. “Além de receber excelentes orientações, também saio daqui satisfeita e com uma bicicleta novinha”, comentou.

Alan Rodrigues, gerente da Emater Nova Colina agradeceu aos apoiadores da ação desenvolvida e a parceria aceita pela direção da escola Pérola, além dos servidores envolvidos diretamente na elaboração e execução desse importante projeto. A equipe foi composta pelos servidores: Cleomenes Davi, Juscelia Dallapicola, Ires Maria, Cleomenes David Filho e Alan Viana Rodrigues.

 

Fonte: Diário da Amazônia

Deixe o seu comentário