Embrapa divulga Informativo Agropecuário do segundo semestre de 2020 em Rondônia

Na última semana, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) publicou e divulgou o Informativo Agropecuário de Rondônia, com dados e análises sobre a produção de grãos, café, mandioca, banana e pecuária do segundo semestre de 2020 no estado. O café foi um dos destaques do relatório, já que apresentou aumento de 10,7%, em 2020, alcançando 2,4 milhões de sacas de 60 kg. Os pesquisadores fizeram um comparativo dos anos-safras de 2016/2017 a 2019/2020 no caso dos grãos e para os demais itens, como mandioca, banana e produção pecuária foram analisadas as duas últimas safras.

Produção de grãos

Produção de arroz — Foto: Reprodução/RBS TV

A área plantada com os principais grãos produzidos no estado – arroz, caroço de algodão, feijão, milho e soja – não apresentou variações em relação à safra 2019/2020 e se manteve em 602,5 mil hectares. Segundo a Embrapa, tanto a quantidade produzida quanto a produtividade deverão apresentar retração de 3,3%. Considerando todos os grãos, a produção deverá alcançar 2,3 milhões de toneladas, com produtividade média de 3.861 kg por hectare.

Café

Café teve destaque no relatório, tendo aumento de 10,7%, em 2020, alcançando 2,4 milhões de sacas de 60 kg.

Embora a área plantada com café em produção na safra 2020 em Rondônia tenha sido somente 1,3% maior do que a da safra de 2019, de 63,6 mil hectares, a produção teve aumento de 10,7%, alcançando 2,4 milhões de sacas de 60 kg. A produtividade avançou 9,2%, chegando a 38,3 sacas/ha, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Mandioca

Mandioca — Foto: Lucas Diego/Seaf

De acordo com a Embrapa, a produção estimada de mandioca na safra 2020 é de 519,6 mil toneladas, 10,1% menor da que foi obtida na safra de 2019, sendo que a área colhida deve apresentar retração de 4,5%, com perda de produtividade de 5,9%. Porto Velho se destacou como principal município produtor de mandioca do estado em 2019, respondendo por quase 30% da produção. Jaru e Machadinho d’Oeste vieram a seguir, com 6% e 5,5% de participação, respectivamente, segundo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Banana

Produção de banana cresce em Rondônia — Foto: Reprodução

Segundo a Embrapa, tanto a produção quanto a área colhida apresentam evolução em 2020 em relação a 2019, de 4,3% e 4,8%, respectivamente. De acordo com o IBGE, a produtividade estimada deve ser reduzida em 1,6%. Os municípios de Buritis, Governador Jorge Teixeira e Porto Velho foram os principais produtores de banana do estado em 2019.

Produção pecuária

Pecuária em Rondônia — Foto: Divulgação

O rebanho bovino no estado manteve-se estável em 2019 com relação à 2018, em número de cabeças. Segundo o IBGE, o efetivo de rebanhos suínos e de galináceos apresentou retração de 14% e 32,8%, respectivamente. De acordo com o Informativo, a produção de leite em 2019, de 1,13 bilhão de litros, foi levemente inferior à obtida em 2018, que foi de 1,16 bilhão de litros. Já a produção de ovos teve uma retração maior, de 9,9%. Enquanto em 2018 a produção foi de 23,4 milhões de dúzias, em 2019 foram produzidas 20,2 milhões de dúzias.

Com relação à produção aquícola, o estado produziu, em 2019, 48,8 mil toneladas de peixes de diversas espécies, 2,8% a menos do que em 2018, quando a produção alcançou 50,2 mil toneladas.

Fonte: G1

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA