Empresa contratada para realizar concurso desviou R$ 400 mil em RO

MP_ROEmpresário suspeito de desviar mais R$ 400 mil das inscrições de um concurso público, em Ariquemes, foi condenado a seis anos de reclusão e pagamento de multa.

Fernando Rossi, sócio-proprietário da Empresa Noroeste Concurso, foi denunciado pelo Ministério Público do Estado (MPE), através da Promotoria de Justiça de Ariquemes.

Segundo nota do MPE, divulgada nesta quarta-feira (20), a Empresa Sociedade de Desenvolvimento Vale dos Bandeirantes (Noroeste Concurso), da qual Fernando Rossi é sócio-proprietário, sagrou-se vencedora de certamente licitatório e foi contratada pelo município de Ariquemes para realização de concurso público para provimento de cargos vinculados à Secretaria Municipal de Saúde.

A prefeitura indicou a conta bancária específica para possibilitar o depósito das taxas de inscrição recolhidas pelos concursados. Entretanto, segundo o MPE, Fernando Rossi indicou o número da conta-corrente da empresa Noroeste Concurso, desviando os valores das inscrições.

Como o empresário é réu primário, a pena deve ser cumprida, inicialmente, no regime semiaberto. Segundo o MPE, Rossi não poderá se beneficiar com a substituição da pena privativa de liberdade por pena restritiva de direito, uma vez que a pena supera o total de quatro anos. Foi negado também o direito de apelar em liberdade.

Fonte: G1

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA