Escola de Governo retoma aulas presenciais com quantitativo reduzido para capacitações de servidores

RONDÔNIA – A Escola de Governo, subordinada à Superintendência Estadual de Gestão de Pessoas (Segep), retornou às atividades presenciais de forma reduzida, de acordo com novo decreto de calamidade pública nº 25.470, de 21 de outubro de 2020, seguindo rigorosamente os aspectos de prevenção do novo coranavírus, como por exemplo o uso obrigatório de máscaras e o distanciamento social, e com menor número de pessoas, conforme enfatizou a diretora da escola, Débora Cristina Neves da Silva.

A Escola de Governo capacitou cerca de 11 mil servidores, durante o ano de 2019, e este ano as atividades diminuíram devido à pandemia

As atividades obedecem ao Decreto Nº 23.905, que institui a Política de Capacitação e Permanência dos Servidores Públicos ocupantes de cargos ou funções de chefias administrativas e financeiras ou equivalentes, controles internos, de compras e de licitações.

“Geralmente é no mínimo 70 pessoas, como a gente ainda está nesse cuidado da pandemia a gente não quer fazer essas aglomerações, no auditório, ou seja, apenas 35 pessoas poderão permanecer no ambiente”, esclareceu a diretora que também antecipa que as capacitações continuaram, mas de forma online durante os decretos mais restritos do Governo Estadual.

Segundo relata a diretora da Escola de Governo, com a pandemia do coronavírus, ficou evidente a necessidade de se fazer as atividades na modalidade de Ensino a Distância (EaD). “As capacitações online continuaram, o laboratório funcionou apenas com 10 pessoas e com monitores intercalados uns aos outros, deixamos de fazer treinamentos no auditório, mas hoje estamos retornando com essas demandas desde o início do mês”, disse diretora.

ESCOLA DE GOVERNO

A Escola de Governo é uma diretoria especial de gestão de pessoas, e trabalha com a capacitação exclusiva para os servidores públicos estaduais e devido a pandemia capacitou servidores do interior do Estado.

” Esses treinamentos aconteciam apenas em Porto Velho, tendo dificuldades para que o interior pudesse se capacitar, e isso foi um ponto positivo também quanto às capacitações online”, conta a diretora.

Os treinamentos são de acordo com as necessidades das secretarias e superintendências, e agem através de um banco de mais de cem profissionais voluntários do próprio Estado.

A diretora conta que no início do ano foi aberto um processo para profissionais para fazer parte do banco de instrutores voluntários fizessem a inscrição. “A gente esperava no mínimo uns 15 no máximo 30 pessoas, e conseguimos mais de cem profissionais, graças a Deus que se inscreveram para ser voluntariado da Escola de Governo”, enfatizou Débora Cristina.

A Escola de Governo fica localizada no Palácio Rio Madeira, no térreo do prédio Rio Jamari, possui um auditório com capacidade para 100 pessoas, além de um laboratório de informática com capacidade para 40 servidores.

“É através das solicitações das secretarias que fazemos as escolhas dentro do nosso banco de voluntários. Quando não possui quem irá lecionar a escola procura parcerias, os treinamentos são gratuitos”, descreveu a diretora, Débora Cristina.

CAPACITAÇÕES

A Escola de Governo capacitou durante o ano de 2019, cerca de 11 mil servidores. Este ano, houve uma redução por conta da pandemia do coronavírus. “Até a pandemia começar tínhamos um quantitativo de quase mil capacitados. No entanto, veio a pandemia e tivemos que parar, e este número caiu bastante, a expectativa agora na reta final é retornarmos, a meta com certeza não será batida por causa de todo esse período, mas queremos capacitar pelo menos mais 1.500 servidores”, disse a diretora, lembrando que os cursos são voltados a diversas áreas como, saúde, segurança, educação, gestão pública, recepção ao público, entre outros.

AGENDA

Para ficar informado sobre a oferta e os tipos de cursos disponíveis, basta acompanhar o calendário que é divulgado na página oficial da Escola de Governo, sendo que os pré agendamentos de cursos são feitos via Sistema Eletrônico de Informações (SEI).

“Todos os nossos cursos possuem certificação, e até os certificados podem ser gerados através do nosso site. Para fazer as inscrições e gerar os certificados, além de ter informações da agenda, basta o servidor entrar no nosso site”, enfatiza a diretora.

Atualmente o auditório está sendo disponibilizado entre os dias 9 a 11 de novembro para o curso de criação de sistema para regularização fundiária.

  • Dia 12/11, haverá treinamento da Superintendência Estadual de Patrimônio e Regularização Fundiária (Sepat), Superintendência Estadual de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic) ,  Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas)  e representantes dos municípios para um módulo do conselho tutelar.
  • Dia 17/11– Palestra para servidores sobre o Novembro azul.
  • Dia 19/11 –  Oficina de capacitação do  Sistema de Informação para a Infância e a Adolescência (sipia)
  • Dia 24/11 –  Ciclo de palestras do projeto Oficial Open Socurce (Geopastial Foundation)
  • Dia 30/11 a 4/12 –  Treinamento de introdução a libras
  • Dia 2/12 – Curso de Google Drive.

 

 

 

 

 

Fonte
Texto: Marina Espíndola
Fotos: Frank Néry
Secom – Governo de Rondônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA