Feira ‘Cacoal Liquida’ ofereceu até 90% de descontos

feira-cacoalOs comerciantes ousaram nas ofertas e garantiram até 90% de descontos nos mais variados produtos. Os consumidores que se dispuseram em comparecer à feira que aconteceu no último final de semana, conseguiram economizar. “Fora da promoção eu acho as coisas muito caras aqui no Estado. Tenho crianças em fase de crescimento e quando tem uma chance dessa a gente aproveita mesmo”, disse a fotógrafa Leolina Vieira, uma das consumidoras.

Assim como a fotógrafa, muita gente aproveitou a programação da 9ª edição da ‘Cacoal Liquida’ promovida pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). Quem deixou para fazer suas compras no domingo conseguiu preço melhor ainda. “Eu consegui comprar quatro camisas de manga longa por R$ 80. Fui uma das sortudas, porque descobri que as peças na loja custavam cada uma R$ 200. Valeu a pena”, disse a professora Ana Paula Costa, feliz pela compra.

Conforme a organização, a feira teve a participação de 37 empresas e cumpriu com seu papel que foi de favorecer o aquecimento do comércio local e proporcionar giro do estoque para a chegada de novas coleções. Além dos lojistas, houve movimento também para quem se dispôs a trabalhar na praça de alimentação. “Recebemos no final de semana compradores de outras cidades da região”, explicou Thiago Silva, gerente da CDL. “Pelo fato de ter tido horário de funcionamento estendido – até a noite – nas últimas horas do evento, os lojistas ofereciam promoções relâmpagos com objetivo de renovar o estoque e retornar com o mínimo possível”, completou.

Tendo como base a sua última participação na feira – que aconteceu ano passado, o empresário Clevisson Oliveira que é proprietário de uma indústria de roupa instalada no município, decidiu investir em quantidade, fabricou cerca de 5 mil peças para garantir bons negócios. “Confeccionamos peças exclusivas para cá. Nossa expectativa foi atendida, trouxemos itens da nova produção e peças do estoque da nossa loja da fábrica”, pontuou.

A empresária Naiana Kruger – que veio de Ariquemes há dois anos e instalou uma loja de confecções de grifes famosas – falou dos benefícios de ter participado pela primeira vez do evento. “Além de garantir a renovação do nosso estoque e capital de giro, através da feira podemos acessar um público diferente do que estamos acostumados atender na loja”, disse. Para a empresária, foi motivador o fato de oportunizar aos que não conseguem ter acesso à mercadoria direto da loja

Fonte: Diário da Amazônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA