Filha esfaqueada pelo pai deixa UTI e passa a respirar por abertura feita na garganta, em RO

pronto socorroA adolescente de 13 anos esfaqueada pelo pai no dia 22 de fevereiro saiu da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital de pronto socorro João Paulo II, em Porto Velho. Segundo informações divulgadas pela unidade nesta segunda-feira (5), a menina não precisa mais de ajuda de aparelhos e está respirando por uma abertura feita na garganta dela, a chamada traqueostomia. O estado de saúde dela é estável.

Já o pai da menor, que tentou suicídio após o crime, recebeu alta definitiva da unidade hospitalar e foi levado para um presídio da capital.

Segundo o Hospital João Paulo II, a jovem levou três facadas, sendo uma no pescoço que atingiu a veia jugular da jovem. Por causa da gravidade dos ferimentos, a menina passou por três cirurgias e uma traqueostomia. Ela ficou na UTI por dez dias.

A menor foi esfaqueada pelo pai no 22 de fevereiro, na Rua das Flores, no Bairro Floresta. Segundo a Polícia Militar (PM), o crime aconteceu quatro dias depois que a mãe da menina descobriu que o marido estaria molestando a filha.

Após esfaquear a filha, o homem tentou se matar. O suspeito também ficou internado vários dias e no fim de semana teve alta. Mesmo internado, a Justiça decretou a prisão preventiva do suspeito por tentativa de homicídio, seguida de tentativa de suícidio.

Fonte: G1

Deixe o seu comentário