Fumaça de queimadas no Pará atinge Macapá, diz meteorologista

queimadasCamada de fumaça tomou a capital amapaense na manhã desta terça-feira (18); queimadas em ilhas paraenses provocaram a poluição do ar.

O céu da capital amapaense amanheceu esbranquiçado na manhã desta terça feira (18). A vista e o cheiro desagradável de uma fumaça incomodaram parte da população que acordou cedo para trabalhar ou estudar na capital.

De acordo com o Núcleo de Hidrometeorologia do Amapá, a fumaça é proveniente de queimadas em ilhas vizinhas, no Pará, a exemplo de Afuá.

Segundo o meteorologista Jefferson Vilhena, as fumaça é resultado de queimadas, na maioria criminosas, que acontecem no Pará. “Devido a ação dos ventos, e as condições da atmosfera da capital, a fumaça chega até aqui e se expande com facilidade.

Isso acontece quando a fumaça do incêndio encontra a atmosfera em condições favoráveis para a propagação da mesma; com o céu azul e sem nuvens. Daí, a fumaça desce da atmosfera e se espalha. Tudo depende da ação dos ventos”, afirmou.

O cirurgião geral e vascular Cleinaldo Costa explicou que os riscos iniciais de quem inala fumaça é respiratório. Os problemas leves e agudos causam vermelhidão dos olhos, tosse, mal estar e irritação no trato respiratório alto (nariz).

Já a agressão de maneira crônica pode resultar em doença pulmonar obstrutiva crônica em duas principais formas: asma e bronquite. A exposição excessiva à fumaça permite aspirar vários agentes cancerígenos, que podem levar a várias condições mais graves, depende da resistência da pessoa, entre outros fatores.

Fonte: Portal Amazônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA