Funcionária de escola é presa por tráfico de drogas em Cacoal, RO

prisaoUma inspetora de pátio, de 57 anos, que trabalha em uma escola estadual de Cacoal (RO), foi presa na segunda-feira (23) suspeita de tráfico de drogas. A mulher foi detida na residência onde mora, no Bairro do Incra, após a Polícia Militar (PM) cumprir um mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça. Além da mulher, o esposo dela de 29 anos e o filho, de 24, foram apresentados na delegacia.

Conforme a polícia, quando os agentes chegaram na casa a mulher negou que houvesse qualquer tipo de produto ilícito no local, porém durante a busca foram encontradas pasta base de cocaína já preparada para o comércio. Os policiais também acharam 12 aparelhos celulares sem documentação, tablet e câmera de fotos, além de um simulacro de uma espingarda, produzida com coronha de madeira e cano de ferro.

Após ser informada que todos os moradores da residência seriam encaminhados para a delegacia e responderiam pelo crime de tráfico, a mulher tomou toda a responsabilidade para si, dizendo aos policias que era responsável pela fabricação e comercialização da droga.

A suspeita relatou ainda que já havia sido presa pelo mesmo crime em 2001, mas quando os policiais lhe disseram que iriam gravar a confissão, ela não concordou. Os três envolvidos foram apresentados na delegacia, onde ficaram à disposição da Justiça.

Trabalho

Segundo a PM, a mulher era responsável pela fiscalização de um pátio escolar, onde estudam alunos com idade entre 5 e 15 anos. De acordo com o diretor da instituição, que não quis se identificar, a funcionária foi lotada na instituição há quatro meses e sempre cumpriu com as obrigações profissionais.

“Ela nunca levantou nenhum tipo de suspeitas em relação a sua conduta. Tratava todos os alunos e funcionários muito bem e posso garantir que dentro da escola, nunca tentou aliciar aluno. Os pais podem ficar tranquilos”, disse.

Fonte: G1

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA