Furtos de hidrômetros caíram 98%, diz Sesdec

Furtos de hidrômetros caíram 98%, diz Sesdec

hidrometroUma ação integrada realizada entre as polícias Militar e Civil diminuiu em 98% o registro de furto de hidrômetro. A informação foi divulgada pela Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec). De acordo com a delegada adjunta do 2º DP, Amanda Ferreira Levi, o resultado positivo das investigações decorre da integração das forças, atendendo um dos eixos da Sesdec traçado em uma reunião no 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM) com oficiais, secretário adjunto de Segurança, coronel César Adilson Bandeira Pinheiro e delegados fazendo frente à criminalidade.

A ação conjunta foi aprofundada, segundo ela, pelo delegado Manoel Munhoz do 2º DP, Ronicir Manfroi do 5º DP e pela Equipe Tática da Polícia Militar do 5º BPM, comandada pelo tenente Rodrigo Silva. Percebendo a ação da polícia, a quadrilha cessou as atividades. Calcula-se que mais de 700 hidrômetros teriam sido furtados pelo grupo nos últimos quatro meses. Com a ação da polícia, boa parte foi recuperada. “Todas as ocorrências registradas serão investigadas e certamente chegaremos à autoria tanto do furto como da receptação dos hidrômetros. O processo investigativo está bem avançado e corre em caráter de sigilo até que seja concluído o caso”, destacou a delegada.

A prática de furtos de hidrômetros, afirma a adjunta do 2º DP, têm um aspecto nacional. Por serem feitos com peças de cobre e ficarem expostos na rua, os hidrômetros são alvo fáceis. Segundo a delegada, Amanda Levi, o valor comercial desse material está em alta, o que justifica o grande número de furtos na capital. “Nossa investigação não vai só averiguar o crime de furto, mas sim de uma formação de associação criminosa, receptação, dano, dentre outros delitos, ou seja, são vários crimes com uma pena maior do que um simples furto”, finalizou.

Fonte: Assessoria

 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA