Galho de árvore de manga cai e mata agricultor em Rondônia

tragediaNa última terça-feira (10) pela manhã, na zona rural de Ouro Preto do Oeste, um galho de madeira grosso de um dos pés de manga atingiu o agricultor Alíbio de Sousa Lima, 71 anos, popularmente conhecido por “nenzim”, em um mangueiral localizado no travessão da Linha 204, perto do distrito de Rondominas

O agricultor saiu de Rondominas pela Linha 204 com destino a sua residência e quando passava pelo mangueiral em frente a fazenda do senhor “Tataco” pilotando uma motocicleta foi atingido no peito pelo pedaço de madeira do galho, se desequilibrou e caiu violentamente.

O senhor nenzim que morava pouco à frente de onde sofreu a queda – no lote 21, gleba 30, Km 10 – foi socorrido ao Hospital Municipal de Ouro Preto do Oeste, após receber os primeiros socorros ele foi encaminhado em estado gravíssimo ao Hospital de Urgência e Emergência Regional de Cacoal (Heuro), mas veio a falecer no final da noite.

A vítima do acidente era pioneira na região de Rondominas, e era natural de Aimorés (MG).

Alíbio de Sousa primeiro foi socorrido por familiares e colocado na viatura da Polícia Militar composta do cabo PM Lima a soldado feminino Mislane que seguiram para ouro Preto do Oeste. A 1 km do local do acidente os militares cruzaram com a ambulância voltando para o distrito, mas retornou imediatamente com o paciente para Ouro Preto do Oeste, ao Hospital Municipal Dra. Laura Maria Braga.

O médico André Pacheco, plantonista do HM que acompanhou o paciente na ambulância até o Heuro em Cacoal, em contato com a reportagem do Correio Central relatou que o estado de saúde do senhor nenzim inspirava muitos cuidados. “Ele foi para o Heuro em estado gravíssimo, provavelmente com traumatismo craniano encefálico, politraumatismo e abdome agudo”, descreveu.

A morte do senhor nenzim pegou de surpresa os produtores rurais da região do distrito. Arivaldo Targino de Souza, o Ari da Emater de Rondominas, em nome da instituição lamentou a morte do pioneiro lembrando que ele era produtor de leite, e um agricultor familiar participativo e grande parceiro na linha 204.

O corpo de Alíbio Sousa será sepultado as 9 horas da manhã desta quinta-feira no Distrito de Rondominas.

Fonte: Correio Central

 

Deixe o seu comentário