Hospital Regional de Cacoal está lotado e não tem mais leitos de UTI para Covid-19

Segundo o diretor do Complexo Hospitalar Regional de Cacoal, Jair Rocha, os 28 leitos do Hospital Regional estão ocupados. Leitos clínicos têm situação semelhante.

O aumento dos casos de Covid-19 em Rondônia nos primeiros dias de janeiro ocasionou a lotação dos leitos de UTI no Hospital Regional de Cacoal. Segundo o diretor do Complexo Hospitalar Regional de Cacoal, Jair Rocha, o Hospital Regional do município tem 28 leitos de UTI e todos estão ocupados.

De acordo com o diretor, os leitos clínicos tem situação semelhante, já que dos 18 leitos na unidade, apenas um está disponível. Segundo Jair Rocha, quando os pacientes da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) apresentam melhoras, eles são transferidos para os leitos clínicos até terem condição de receber alta. Mas, se não há leitos disponíveis na enfermaria, os pacientes continuam ocupando os leitos de UTI, que poderiam ser usados por pessoas que apresentam quadros mais graves.

Porcentagem de ocupação dos leitos no Hospital Regional de Cacoal — Foto: Divulgação/HRC

“Situação bem tensa e difícil, porque a enfermaria também que dispõem de 18 leitos, só tem uma vaga. O que é ruim, porque os pacientes que estão na UTI, que evoluem para melhora, eles precisam ir pra enfermaria e eu não tenho leito em enfermaria e eu não tenho pessoal para abrir mais leitos. Eu não tenho técnico, eu não tenho médicos para abrir mais leitos”, explicou Jair.

Estão internados no Hospital Regional de Cacoal 45 pacientes com Covid-19, entre enfermaria e UTI.

Fonte: G1

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA