iPad Air 2 e iPad Mini 3: tudo sobre os novos tablets da Apple

tabletDurante um evento especial, a Apple anunciou hoje o novo iPad Air 2. Tim Cook começou a apresentação falando das qualidades do iPad e de como ele está em todo lugar hoje em dia, além das facilidades que o novo dispositivo proporcionou para todas as pessoas do mundo todo que já adquiriram um modelo.

E segundo Cook, a Apple já vendeu 255 milhões de iPads pelo mundo. O mais impressionante: ele garantiu que 100% das pessoas está satisfeita com o produto.

O que fazer quando se tem o melhor tablet do mundo? Como fazer o melhor? Segundo Tim Cook, o segredo está no iPad Air 2 que chega com uma espessura de 6,1 mm, sendo o mais fino já desenvolvido até hoje e 18% mais fino que o iPad Air anterior.

Hardware mais poderoso e novo processador

A tela do novo tablet chega com uma novidade, um novo painel mais compacto que reduz a reflexão interna e de quebra pode oferecer mais qualidade de imagem; ele é semelhante ao que foi aplicado no iPhone 6. Segundo Phil Schiller, é a tela menos refletiva do mercado e com ela é possível quase tocar os pixels com os dedos.

O chip que movimenta o aparelho é o A8X, um modelo criado especificamente para novo tablet que apresenta um poder de processamento gráfico 180X maior que do primeiro iPad. Todos os novos recursos já anunciados para o iPhone 6 também estão presentes, como a biblioteca Metal que vai garantir que desenvolvedores tenham mais poder na hora de criar games. Sensores como o barômetro também foram incluídos nesse produto e assim como os chips anteriores, ele também é 64-bit.

A iSight Camera está ainda mais poderosa no iPad Air 2. A câmera possui 8 megapixels de resolução, abertura f/2.4 e sensor de 1.12u pixels. Assim como no iPhone 6, as fotos panorâmicas podem ter 43 megapixels.

Uma das principais novidades da câmera do novo iPad foi a chegada da gravação de vídeos em câmera lenta (120 fps).

Entre os recursos de software que chegaram com o iOS 8 estão o TimeLapse e o Burst Mode, aquele que permite fotos rápidas em sequência. A maior novidade fica por conta da câmera lenta que chega ao iPad pela primeira vez, junto com um sistema de microfones múltiplos mais bem desenvolvidos para garantir uma ótima captação de som.

O chip WiFi e toda arquitetura de comunicação foi retrabalhada para oferecer mais velocidade na hora da transmissão de dados. Segndo a Apple, o WiFi do novo iPad pode transferir dados em até 866 Mbps e o 4G LTE também está mais rápido.

O Touch ID também chega pela primeira vez no iPad. O sensor biométrico estreou no iPhone 5 e agora chega ao iPad Air 2 já com suporte ao Apple Pay, a ferramenta de pagamento exclusiva dos dispositivos da maçã.

iPad Mini 3

Junto com o iPad Air 2 a empresa também anunciou o iPad Mini 3. O tablet chega com o mesmo hardware da geração anterior — o processador continua sendo o A7 . Ele vem com uma tela de 7,9 polegadas com tecnologia retina. A câmera é de 5 megapixels e ele pode gravar vídeos em Full HD. A grande novidade do novo iPad Mini 3 fica por conta do Touch ID.

Em termos de cores, os dois novos tablets seguem a tendência lançada pelo iPhone 6 e podem ser encontrados em três cores diferentes: dourado, cinza e “space grey”. A smart cover continua presente e também vem com cores diferentes nessa nova leva.

Sistema operacional

Os dois novos tablets chegam com a nova versão do sistema operacional. O iOS 8 apresenta uma série de recursos inovadores em relação à versão anterior. Contudo, as principais mudanças não são estéticas e sim internas: o novo sistema pode aceitar mais modificações e integração com aplicativos de terceiros, por exemplo, como novos teclados e widgets personalizados na tela de notificações.

Outro destaque do sistema fica para a integração completa com os outros produtos da família Apple. Você pode começar a trabalhar no iPhone, passar pelo Mac e terminar no iPad; tudo é sincronizado em tempo real.

Segundo a Apple, os dois novos modelos devem estar disponíveis a partir do dia 17 de outubro, mas os modelos anteriores continuam na prateleira. A vantagem é que eles devem sofrer uma queda no preço.

Fonte: TecMundo

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA