Ji-Paraná: Inscrições do Minha Casa Minha Vida começa hoje

Minha-casaSerá iniciado hoje (20) o processo de inscrição de famílias para concorrerem às 600 residências do Residencial Rondon I, do Programa Minha Casa, Minha Vida. O residencial é localizado na linha 94, no setor Capelasso, no segundo distrito da cidade de Ji-Paraná. As residências contam com infraestrutura de qualidade com sala, cozinha, banheiro, dois quartos e até aquecedor para o chuveiro elétrico com sistema de energia solar. As moradias no residencial estão com 80% concluídas, faltando apenas a pintura e acabamentos internos e pavimentação das vias.

As inscrições serão feitas pela prefeitura de Ji-Paraná nos dias 20, 21, 22, 23, 24 e 25 de janeiro de 2015, no horário das 8h às 19h30 horas no ginásio de esportes Gerivaldão. Apenas no domingo, dia 25, as inscrições ocorrerão das 8h até as 14h.

Conforme a secretária da Assistência Social, Sonia Reigota, as informações detalhadas podem ser obtidas na sede da Semas e no site da prefeitura, onde o edital com os critérios está publicado na íntegra. Os principais critérios são: renda familiar não superior a R$ 1,6 mil, o titular ser residente em Ji-Paraná há pelo menos 2 anos e não possuir outro imóvel no município ou qualquer outra localidade.

“Terão prioridade nas inscrições a pessoas que moram em locais de risco, mulheres que são responsáveis pela família. As pessoas com deficiência ou idosos terão uma quota de 3% e concorrerão também no sorteio geral”, adiantou Sônia Reigota.

Para o prefeito Jesualdo Pires disse que este é mais um marco importante para a população ji-paranaense. “Com este projeto das 600 casas e mais dois que também estão em construção e serão entregues em breve, a cidade de Ji-Paraná atingirá o número de quase 3 mil unidades. São 1.456 apartamentos e mais 800 residências, estamos quase zerando o déficit habitacional em Ji-Paraná”, comemorou Jesualdo.

Jesualdo também ressaltou que a prefeitura, através da equipe da Semas, estará atento para que as residências sejam entregues para as famílias que realmente necessitam de moradia. “A Semas e o Ministério Público estão tomando todas as providências para prevenir fraudes. A pessoa que prestar uma declaração falsa de renda ou de não possuir imóvel, será responsabilizada e responderá criminalmente sobre o seu ato”, alertou.

O prefeito pediu o apoio da imprensa neste assunto. “Fazemos tudo dentro da legalidade e transparência, todo o processo é acompanhado pela Caixa Econômica Federal e pelo Ministério Público Federal, mas contamos também com o apoio da imprensa, para nos ajudar a fiscalizar e denunciar qualquer irregularidade que por ventura surja”, solicitou.

Fonte: Assessoria

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA