Leitos de UTI alugados com recursos da Assembleia começam a funcionar no Hospital de Amor

Durante a inauguração da ala do Hospital do Amor destinada ao tratamento de pacientes com covid-19, na manhã desta quarta-feira (3), o presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), disse que este é o momento de cuidar da população. Hoje foram disponibilizados 12 leitos de UTI, e na próxima sexta-feira (5) estarão à disposição mais 49 leitos simples.

O termo de fomento foi assinado pelo Governo com o Hospital do Amor após a Assembleia Legislativa disponibilizar R$ 10 milhões para que o Executivo destine o valor à unidade de saúde. Isso é suficiente para que o termo de fomento seja mantido por cinco meses, mas o deputado Laerte Gomes explicou que a Casa manterá os R$ 2 milhões mensais enquanto durar a pandemia.

O diretor do Hospital do Amor, Jean Negreiros, disse que a ala de 1.500 metros quadrados era somente um “grande caixote”, mas a matriz ofereceu total apoio para que tudo fosse preparado o mais rápido possível, enviando caminhões com materiais.

Jean Negreiros explicou que o presidente da Fundação Pio XII, Henrique Prata, deu total apoio ao empreendimento. “Inicialmente iríamos disponibilizar os leitos somente no dia 8, mas devido à situação de emergência aceleramos os trabalhos. Foram contratados 127 funcionários, como técnicos de enfermagem e fisioterapeutas. Além deles, colocamos os médicos para atender os pacientes”, detalhou.

Outra explicação de Jean Negreiros foi em relação ao acesso à nova ala, que é totalmente isolada das demais. “Pacientes com coronavírus não são misturados com pacientes oncológicos. Os profissionais da saúde que atendem nessa ala não atenderão nas outras. Henrique Prata disse que poderíamos fazer o possível para atender pessoas com covid-19, desde que isso não interferisse no atendimento às pessoas com câncer”, detalhou.

Laerte Gomes disse que os R$ 2 milhões por mês que serão repassados ao Hospital do Amor representam um custo muito abaixo do praticado no mercado. “Não é papel constitucional da Assembleia repassar esse dinheiro, mas por uma questão de humanidade vamos ajudar, obedecendo sempre os princípios da moralidade e da economicidade”, afirmou.

 

O parlamentar lembrou que esses recursos são parte dos R$ 50 milhões economizados do orçamento próprio da Assembleia Legislativa durante pouco mais de um ano. “Esse valor seria encaminhado aos municípios, mas os deputados estaduais, em comum acordo, decidiram que deveríamos ajudar a tratar os pacientes com covid-19”, complementou Laerte Gomes.

O secretário estadual da Saúde, Fernando Máximo, agradeceu a Laerte Gomes e aos demais deputados pelo suporte financeiro. O presidente da Assembleia Legislativa também agradeceu aos colegas parlamentares pela sensibilidade nesse momento difícil.

Também participaram da solenidade de inauguração os deputados Jair Montes (Avante), Dr. Neidson (PMN), Jhony Paixão (Republicanos), Geraldo da Rondônia e Chiquinho da Emater (PSB).

 

 

 

 

Texto: Nilton Salina-ALE/RO

Foto: Marcos Figueira-ALE/RO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA