Leitos livres de UTI para Covid-19 em Porto Velho caem para 14

O Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, Hospital de Campanha e Cemetron de Porto Velho estão com as UTIs 100% ocupadas, segundo informou o secretário de saúde, Fernando Máximo, durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta terça-feira (15). Os dados da Sesau mostraram ainda, que 90% dos leitos de UTI do Hospital Samar e 68% da Unidade de Assistência Médica Intensiva (AMI), estão ocupados por pacientes com Coronavírus. Já no interior, o Hospital Regional de Cacoal, encontra-se com 75% dos leitos de UTI ocupados, no HEURO 100% e Hospital Cândido Rondon, em Ji-Paraná, com 50% da sua capacidade preenchida.

No Hospital Infantil Cosme e Damião, três crianças estão internadas com suspeita de Coronavírus, aguardando o resultado do exame. Outras cinco testaram positivo para a doença, sendo que duas estão na UTI, segundo Sesau. De acordo com o secretário, na Capital, o Cemetron conta com uma vaga de UTI, AMI 11 e Samar duas. No interior, o Hospital Regional de Cacoal tem sete leitos disponíveis, Hospital Candido Rondon (Ji-Paraná) três e Hospital Regional de São Francisco do Guaporé um. Em Porto Velho, 630 servidores da saúde que testaram positivo para a Covid-19, foram afastados de suas funções, segundo Fernando Máximo.

O total é referente aos servidores da rede estadual e municipal. Durante a coletiva, o secretário informou que na próxima quinta-feira (17), terá uma reunião com o ministro da saúde para tratar sobre a vacina contra a Covid-19 e testes rápidos.

Fonte: Rondônia Agora

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA