Ligações clandestinas na rede de água causam prejuízos de mais de R$ 1 milhão em Vilhena, RO

Ligações clandestinas na rede de água causaram prejuízos de mais de R$ 1 milhão no ano passado, em Vilhena (RO), a 700 quilômetros de Porto Velho. De acordo com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), em 2018, foram registradas 521 ligações irregulares no município.

Os conhecidos “gatos” caracterizam-se pelo furto de água. No município, os tipos mais identificados são as ligações clandestinas quando o fornecimento de água está cortado na residência. Segundo o Saae, a média de prejuízos mensal, em 2018, foi de R$ 100 mil.

“Muitas vezes, a pessoa quebra a rede de água e equipes precisam ser deslocadas e bairros ficam sem fornecimento. As ligações clandestinas causam um prejuízo enorme para a autarquia, que deixa de arrecadar e de investir em manutenção e em novas obras”, ressalta o diretor do Saae, Maciel Wobeto.

O valor da multa para as pessoas que fazem ligações clandestinas é de R$ 350. A autarquia fiscaliza, aplica a multa e pede para que o morador se adeque às normas de fornecimento. Contudo, no ano passado, 17 casos foram levados para a polícia, pois as pessoas reincidiram na infração.

Neste ano, o Saae já registrou 59 ligações irregulares. Conforme a autarquia, o furto de água é registrado em diversos bairros da cidade, em todas as classes sociais.

“A população pode denunciar os gatos pelo telefone [69] 3322-5480. Não é necessário a pessoa se identificar; precisamos apenas do endereço onde está acontecendo a irregularidade”, finaliza o diretor.

Fonte: G1

Deixe o seu comentário