Lixão ao lado de cemitério gera reclamações de moradores, em RO

lixao1Os moradores das proximidades do Cemitério Recanto da Paz, único da cidade de Machadinho D’Oeste (RO) , a cerca de 440 quilômetros de Porto Velho, estão reclamando da situação do lixão localizado ao lado do local. Com o mau cheio, presença de urubus e moscas, os visitantes também tem tido dificuldades para ficar no espaço e realizar sepultamentos. Segundo a prefeitura, o município está tentando resolver o problema.

Em maio deste ano, sem espaço para receber mais resíduos, o lixo invadiu o cemitério. Na ocasião, a Secretaria Municipal de Obras (Semosp) afirmou que o problema seria resolvido em 40 dias, com a interdição do local. Passados quatro meses, os moradores continuam reclamando da situação.

A dona de casa Elizabete Almeida Silva, de 42 anos, mora em uma chácara ao lado do cemitério e diz que o problema com o lixo é frequente. “O lixo fica chegando na porta da gente e está quase dentro do cemitério. Este lixão não tem mais espaço. Pago impostos e desse jeito fica difícil morar aqui. Também não consigo vender a chácara por causa do lixão”, lamenta.

O prefeito, Mario Alves Costa, afirma que apesar do atraso, o município está tentando resolver o problema. Segundo Costa, um terreno, a 12 quilômetros da cidade já foi adquirido para que seja construída uma rampa, de onde sairá o lixo até o aterro sanitário de Ariquemes (RO). “Fazemos parte do Consórcio Intermunicipal de Saneamento e o lixo deve ser enviado para o aterro sanitário de Ariquemes nos próximos 40 dias. Este problema está com os dias contados”, garante.

Fonte: G1

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA