‘Luto para meus alunos terem vida digna’, diz professora que dá aulas há 25 anos em bairro carente de RO

professoraHá 25 anos uma professora busca ensinar aos seus alunos a importância de se manter “uma vida digna”, longe da criminalidade e das drogas. Em entrevista ao G1, Marsandra Vieira falou sobre a motivação para lecionar desde 1992 no bairro carente do 2º distrito de Ji-Paraná (RO), na Região Central.

“Nós professores somos como um alicerce para os alunos: eles devem ter uma base muito forte para adquirir conhecimento. Devemos trabalhar bem com eles, desenvolver a ludicidade com brinquedos e jogos para que a aula se torne bem atrativa”, comenta a professora.

Desde 1992, a professora intercala atividades em sala de aula com brincadeiras para incentivar o raciocínio das crianças.

A educadora conta sobre a importância da relação da escola com os alunos e familiares.

“Nosso bairro é muito carente, então o professor deve trabalhar a afetividade com esses estudantes. Tem aluno que se sente muito mais confiante em falar algo com os professores do que com os próprios pais”, diz Marsandra.

A luta contra criminalidade e as drogas na infância são trabalhadas diariamente na escola onde a professora Marsandra leciona. Para ela, quando mais educação menor a chance do envolvimento das crianças.

“Enquanto o aluno estiver na escola, ele estará afastado do crime. Infelizmente o nosso bairro é muito perigoso, mas o aluno que tem um conhecimento maior não irá se envolver com crimes ou droga. E a escola atua para preparar o aluno para enfrentar as dificuldades”, afirma.

A confeiteira Luana Amorim mora no Bairro Primavera há cerca de 15 anos e suas duas filhas, Izabelly e Ana Clara, foram alunas da professora Marsandra. Para Luana, a educação proporciona mais oportunidades para as crianças.

“Acredito que a educação infantil desperta no aluno a vontade de querer ser alguém. Aqui no bairro temos muitas pessoas carentes e que passam por dificuldades, então essa educação é ainda mais essencial aqui”, fala Luana.

Durante os 25 anos em que dá aulas no Bairro Primavera, a professora Marsandra já alfabetizou centenas de alunos e acompanhando essas crianças se tornarem adultos.

“Tenho ex-aluno gari, ex-aluno advogado ou que acabaram parando de estudar, mas não importante qual profissão eles seguiram e sim, eles adquiriram conhecimento, e estão preparados para a vida lá fora”, conta Marsandra.

“Sabemos que as dificuldades e a falta de alimentação são coisas terríveis. Vale a pena investir na educação dessas crianças, eu luto para meus alunos terem vida digna”, finaliza a professora.

professora1

professora2Fonte: G1

Deixe o seu comentário