Margem de lucro de pequenos e micro empresários passa a ser de R$ 3,6 milhões em Rondônia

decretoO governador de Rondônia, Confúcio Moura, assinou o decreto de aumento de teto do Sistema Simplificado de Arrecadação de Tributos (Simples) do estado, na manhã desta terça-feira (28) em Porto Velho. O valor que era de R$ 1,8 milhão foi alterado e agora é de R$ 3,6 milhões.

De acordo com o diretor do Sindicato de Micro e Pequenas Empresas (Simpi), Paulo Rogério, a proposta de aumento era de R$ 2,4 milhões. Diversas empresas do estado, que antes migravam para outros locais, agora podem ficar em Rondônia devido a mudança do teto.

Para o governador, com o aumento do teto os micros e pequenos empresários poderão desenvolver cada vez mais. “Rondônia está indo bem, pois o nosso empresariado e nossos produtores estão trabalhando e resistindo às dificuldades. O estado vem apresentando excelentes indicadores. Dessa forma, eu assino o decreto de aumento de margem de lucro de micro e pequenas empresas”, declarou o governador.

Em todo o estado, existem cerca de 110 mil micro e pequenas empresas, segundo o Simpi. De acordo com o diretor do sindicato, com o aumento da margem de lucro, mais empresas irão surgir, o que pode alavancar a economia do estado.
“A importância desse aumento de teto é o crescimento e geração de emprego. Quando essa margem sobre algumas empresas deixarão de ficar na informalidade, deixarão de evitar o crescimento ou ainda abrir empresas em nome de terceiros para se manterem no mercado”, explicou Paulo.

Devido o teto do estado ser baixo, diversas empresas acabaram saindo de Rondônia para se firmar em estados vizinhos.

“Os estados do Mato Grosso e do Acre estava com o teto superior e tirava empresas de Rondônia. Mas com esse aumento de teto, com certeza mudanças irão acontecer”, afirmou o diretor do Simpi.

Fonte: G1

Deixe o seu comentário