MILAGRE: COLISÃO NA BR-364 ENVOLVE 5 VEÍCULOS E DEIXA APENAS UMA PESSOA COM ESCORIAÇÕES

carros-colidemARIQUEMES – Por volta das 14h00 desta quarta-feira, 04/03, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada para atender uma ocorrência de acidente de trânsito envolvendo cinco veículos na BR-364 sentido Jaru, próximo ao Viola Lanches. Ao chegar no local os Policiais constataram a veracidade das informações, se deparando com os veículos destruídos e com um condutor com escoriações. Uma ambulância que passou no local no momento do acidente socorreu o único condutor que estava com escoriações.

Ao levantar informações do que haviam ocorrido, os condutores relataram que a equipe de manutenção da BR-364 encontrava-se no local realizando reparos na via sentido Ariquemes e o caminhão caçamba com o material a ser utilizado encontrava-se no acostamento de parte da pista que dá acesso a Jaru. Nesse momento o condutor do automóvel da marca Renaut, modelo Sandero de cor prata parou a alguns metros antes da caçamba, para que os veículos que vinham em sentido oposto pudessem continuar o seu percurso.

Um caminhão que transportava leite in natura para uma empresa de laticínios seguia também sentido Jaru, percebendo que o automóvel Renault estava parado, tentou frear o caminhão, porém não conseguiu vindo a colidir na lateral de uma carreta bi trem que seguia sentido Porto Velho. Com o impacto da colisão os pneus do terceiro eixo lado esquerdo da carreta bi trem estouraram. Em seguida o caminhão chocou-se na traseira do Sandero que se encontrava parado, arremessando-o para baixo da caçamba.

O condutor do caminhão tanque ainda bateu em um Sienna que seguia sentido Porto Velho, saindo ambos os veículos fora da pista. A PRF esteve no local e controlou o trânsito que no momento do acidente estava conturbado, coletou as informações e registrou o Boletim de Ocorrência de Acidente de Trânsito (BOAT), para posterior tomada de providências constantes no Código de Trânsito (CTB).

Fonte: ariquemes 190

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA