MPF recomenda que trânsito no Espaço Alternativo só seja fechado aos finais de semana em Porto Velho

Motivação da indicação é a segurança das operações no aeroporto, que foi solicitado pela Infraero. Semtran ainda não informou se vai atender a recomendação.

O Ministério Público Federal (MPF) em Rondônia emitiu uma recomendação à Prefeitura de Porto Velho e à Câmara de Vereadores do município para que o trânsito na pista da Avenida Jorge Teixeira, no trecho do Espaço Alternativo, só seja fechado aos finais de semana.

A recomendação é resultado de um ofício enviado pela Infraero ao MPF, com informações sobre a segurança das operações do Aeroporto Internacional Governador Jorge Teixeira. O principal ponto levantado é o tempo de deslocamento necessário de equipes de socorro e combate a incêndios em caso de emergências, como acidentes aéreos.

Conforme a Infraero, a via alternativa utilizada nos períodos de interdição, a Avenida Lauro Sodré, é mais estreita, tem cruzamentos e tráfego não uniforme, o que aumenta em 50% o tempo para acesso aos hospitais de Base e João Paulo II, por exemplo.

A recomendação também pede que o descarte e coleta do lixo proveniente do consumo de alimentos no espaço Alternativo sejam feitos da forma adequada para evitar a presença de aves que atrapalham o tráfego dos aviões.

Em nota, o MPF lembrou que um dos objetivos da revitalização da área com construção de calçadas era acabar com os bloqueios, facilitando o acesso ao aeroporto.

Atualmente, enquanto a pista sentido norte-sul é fechada para a prática de lazer e exercícios físicos, a volta do aeroporto para a cidade acontece pela Avenida Lauro Sodré.

A recomendação para a Câmara de Vereadores é para revisão da Lei Municipal 2.779, de 16 de outubro deste ano.

A procuradora que assinou a recomendação, Gisele Bleggi, sugeriu a colocação de um radar na via para evitar que os motoristas trafeguem em alta velocidade causando acidentes.

Como forma de conciliar os interesses, a Infraero aceitou que a via seja bloqueada apenas aos finais de semana, devido ao grande número de frequentadores.

O aeroporto de Porto Velho, segundo o MPF, tem aproximadamente 18 voos diários de aviação regular, além de táxis-aéreos e UTIs aéreas. Na mesma região fica a Ala 6, da Força Aérea Brasileira, com operação de diversas aeronaves militares. Até a última atualização da reportagem, a prefeitura da capital não havia informado se cumpriria a recomendação.

Fonte: G1 RO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA