Nova União: sitiante é preso por corte ilegal de madeira

motoserraUm sitiante de 48 anos foi preso na tarde desta sexta-feira (20) ao ser flagrado por uma equipe da Polícia Militar Ambiental cortando madeira da essência florestal “mirindiba”. A prisão ocorreu por volta das 16h no interior da reserva em bloco do assentamento Margarida Alves, na linha 28, zona rural do município de Nova União.

Segundo os policiais, o suspeito estaria desdobrando em quadrado de 15×15 a madeira da espécie Mirindiba e para isto estaria utilizando uma motosserra, sem a autorização do órgão ambiental competente. Na ação também foram encontrados um burro e um cavalo que estavam amarrados e sem água e alimentação. Esses animais estavam sendo utilizados diariamente para puxar a madeira em áreas alagadas e de morros, sem descanso e com intenso sofrimento.

O suspeito informou aos militares que havia sido contratado para realizar aquele serviço e receberia a quantia de 70 reais por dia. Foi dada voz de prisão ao sitiante, que foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Mirante da Serra. Os animais ficaram sob responsabilidade do suspeito. O delegado Ícaro Alex Soares Bezerra fixou uma fiança no valor de 1 salário mínimo ao suspeito.

Fonte: Gazeta Central

Deixe o seu comentário