Novo decreto proíbe circulação de pessoas entre 23h e 5h e fecha bares e boates de Vilhena, RO

Novo decreto já está em vigor e, segundo decisão do município, as pessoas que circularem pelo comércio local deverão usar máscaras e manter o distanciamento de 120 cm.

A prefeitura de Vilhena (RO) publicou, na tarde desta terça-feira (5), um novo decreto com restrições para tentar reduzir o número de casos do novo coronavírus. No documento, assinado pelo prefeito Eduardo Japonês, fica proibida a circulação de pessoas (que não estiver a trabalho ou passando mal) entre 23h e 5h da manhã.

O município também decidiu vedar o funcionamento de bares e boates. O novo decreto já está em vigor e manteve o estado de calamidade pública. Segundo decisão do município, as pessoas que circularem pelo comércio local deverão usar máscaras e manter o distanciamento de 120 cm. A decisão de adotar medidas restritivas de distanciamento social veio um dia depois de Vilhena registrar 113 casos novos confirmados da Covid-19, o recorde diário desde o início da pandemia.

Veja o que fica proibido no novo decreto:

  • Circulação de pessoas em geral pelas ruas (para lazer), entre 23h e 5h;
  • Em espaços públicos interditados (como praças), a proibição de circulação de pessoas vale por 24h;
  • Funcionamento de restaurantes, lanchonete, cafeterias, pizzarias para o cliente consumir no local;
  • Funcionamento de brinquedotecas e espaços para crianças;
  • Também fica proibido o funcionamento de casas de show, boates, balneários, clubes recreativos e campos esportivos e empresas do ramo;
De acordo com o decreto, todos os fiscais foram designados a cumprirem as disposições do decreto e poderão, inclusive, contar com o uso da força policial.

Veja o que pode no novo decreto:

  • Entre 23h e 5h, circulação em ruas apenas para profissionais da saúde e para pacientes com suspeita da Covid-19;
  • Estabelecimentos de comida (pizzaria, lanchonete, padaria, etc) devem vender a seus clientes apenas através de delivery ou retirada no local;
  • Academias de ginástica só podem funcionar com horário agendado ao aluno;
  • Feiras livres podem funcionar seguindo as regras de higiene e assepsia;
  • Lojas de roupa e calçados deverão controlar a quantidade de clientes em suas empresas por meio de senhas, e informar a capacidade máxima permitida (que é de 50%);
  • Velórios ( se o óbito não for por Covid) devem ser feitos na Capela Mortuária, com permanência de até 20 pessoas;
  • Funcionamento de salões e barbearias (desde que higienizados os aparelhos);

As regras feitas para Vilhena devem ser ampliadas aos outros municípios do Cone Sul, conforme reunião feita entre prefeitos e promotores de Justiça nesta terça-feira.

Fonte: G1

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA