Odontólogos recebem capacitação em Cacoal

Odontólogos recebem capacitação em Cacoal

odontologosDe acordo com os dados da Agência Estadual de Vigilância Sanitária de Rondônia (Agevisa/RO), Cacoal está entre os 13 municípios do Estado que apresentam alta prevalência da hanseníase. Estudos mostram que pelo fato de o clima favorecer a proliferação da doença, as autoridades em saúde devem elaborar estratégias para a prevenção e combate. “Entre as ações, a capacitação das equipes odontológicas das unidades básicas de saúde foi realizada para que o atendimento a estes pacientes seja mais adequado”, informou Jasmila Palmieri, responsável pelo setor no município.

O treinamento, que aconteceu ontem no auditório do Centro de Formação de Jovens e Adultos (Ceeja), teve como foco o atendimento correto aos pacientes portadores da doença – considerada endêmica na região Norte do País. A gerente Jasmila explicou que em pacientes que tratam a doença, os problemas de saúde bucal são agravados.

“A evolução de cáries e outras complicações bucais, por exemplo, são agravadas em decorrência das reações hansênicas”, enfatizou. De acordo com dados da vigilância em saúde municipal, no último ano foram descobertos mais de 30 novos casos da doença. Com os pacientes recém-consultados o número total sobe para mais de 70 casos positivos de hanseníase ao longo de pouco mais de um ano e meio.

A hanseníase tem entre seus sintomas manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou amarronzadas em qualquer parte do corpo com perda ou alteração de sensibilidade, área de pele seca e com falta de suor e com queda de pêlos, especialmente nas sobrancelhas. As unidades básicas – os postos de saúde mantém em anonimato a identidade dos pacientes.

Fonte: Diário da Amazônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA