Pais pedem ajuda a deputada Glaucione para escola em Jacinópolis

 

glaucioneDurante reunião pais expuseram os problemas da escola e querem solução

Oito pais de alunos da Escola Estadual Pedro Mendes Cardoso, localizada em Jacinópolis, distrito de Nova Mamoré, estiveram na manhã desta terça-feira (19) no gabinete da deputada Glaucione Rodrigues (PMDB) para pedir apoio na resolução dos problemas enfrentados.

Segundo o relato dos pais a escola foi construída pela população, ainda em madeira. Atualmente, a estrutura precária não consegue mais atender aos mais de 400 alunos do 6º ano do ensino fundamental e até o 3º ano do ensino médio.

De acordo com Mauro Bispo, somente quatro professores atendem a escola e sendo que destes, dois serão exonerados até o fim do mês. “Um professor acaba por atender, ao mesmo tempo, várias séries. Temos também a informação de desvio de função, onde um professor de educação física ministra aula de língua portuguesa para que os alunos tenham algum conteúdo”, frisou o pai.

Diante dos fatos apresentados a deputada Glaucione entrou em contato com a gestora da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), Fátima Gaviolli, que se encontrava em Cuiabá e por telefone ouviu e explicou aos pais a situação enfrentada pelo governo.

Segundo a secretária, quanto à falta de professores informou que nos concursos realizados há pouca procura por locais de difícil acesso. E quando vão, assumem e logo que possível pedem transferência para outro local no eixo da BR.

Gaviolli disse que está sendo realizado um remanejamento de professores e que até o dia 25 (próxima segunda-feira) poderá dar um diagnóstico sobre a situação.

Glaucione questionou a secretária em relação à regularização da escola junto ao Conselho Estadual de Educação (CEE) e quanto à licitação da obra para construção da nova estrutura que se arrasta há anos.

Segundo Fátima Gaviolli, o CEE precisa regularizar toda a documentação da escola para que a mesma possa receber recursos e que a empresa vencedora da licitação, chegou a construir um barracão para iniciar as obras e “antes de pregar um prego já pediu aditivo”.

Reforçou a necessidade de agir dentro da Lei e que entende perfeitamente a situação dos pais, mas que será encaminhado e vai demorar um pouco, mas conseguirão resolver, afirmou Gaviolli.

A deputada Glaucione também informou à secretária que os pais entraram com uma ação na promotoria de Buritis e que nesta semana foi expedido um ofício paralisando as atividades da escola por falta de condições (goteiras, ventiladores em estado precário, sem bebedouro, merendeiras e zeladoras para preparar a alimentação dos alunos e manter a escola).

A parlamentar irá acompanhar os pais a uma reunião no Conselho Estadual de Educação para tentar agilizar a documentação da escola e assim que a secretária Fátima Gaviolli retornar de viagem, agendar encontro para pessoalmente buscar solução quanto a falta de professores e na licitação da obra.

Estiveram presentes a reunião os pais Mauro Bispo, Ronildo Teixeira, Enilson Bonfante, Ademir Veronês, Ronildo Rosendo da Silva, Manoel Gomes Neto, Edimar Pedro Bonfante e Carlos Roberto Barbosa.

Fonte: Assessoria

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA