Para conter criminalidade, moradores de bairro implantam ‘apitaço’, em RO

apitoCansados de terem residências alvo de ações criminosas, os moradores do bairro Alto da Boa Vista I, em Cacoal (RO), se uniram e implantaram o sistema de “apitaço”. De acordo com o idealizador do projeto, o empresário Josisvan Coelho de Almeida, de 32 anos, o sistema foi inserido em novembro de 2014 e, desde então, não houve mais registros de roubos no bairro, apenas tentativas que foram contidas com o som estridente dos apitos.

O sistema consiste na observação de pessoas estranhas circulando pelo bairro. Com sinal de perigo, o morador aciona o apito durante três vezes no intervalo de 30 segundos cada som. Em seguida, os demais vizinhos também repetem, até que todos os moradores fiquem cientes de que há algo errado.

apito1“Assim que os apitos são acionados, todos devem ir para a rua procurar o vizinho que está tendo problemas. Minha casa havia sido roubada uma vez e duas vezes tentaram entrar”, explica Josisvan.

Preocupado com a falta de segurança, o morador pesquisou na internet como poderia se proteger e descobriu o sistema de “apitaço”. “Fui até uma loja e adquiri 60 apitos. Convoquei meus vizinhos para uma reunião. Expus o problema dos assaltos e descobri que não era apenas eu que estava passando por isso. Falei do projeto e entreguei os apitos”, conta.

Após a ação, todas as tentativas de roubos no bairro foram contidas pelos moradores, que já chegaram a interceptar bandidos ainda com os produtos roubados, porém tudo isso é feito sem cometer ato de violência. Além do sistema, os vizinhos também possuem um grupo em um aplicativo de celular com o nome “Amigos do Bairro”. Na rede social, os problemas de infraestrutura, como más condições de vias, são resolvidos pelos próprios vizinhos.

Fonte: G1

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA