Pesquisa da Cetip: Cinco mil veículos financiados em Rondônia

carrosO financiamento de veículos novos e usados em Rondônia totalizou 5.112 unidades em agosto. As vendas financiadas de motos novas superaram os números dos outras categorias, com 1.807 unidades comercializadas. O levantamento é da Cetip, que opera o maior banco de dados privado de informações sobre financiamentos de veículos do País, o Sistema Nacional de Gravames (SNG).

Do total de veículos financiados, foram comercializados 2.981 automóveis leves, 1.860 motos e 262 pesados. Nos primeiros oito meses do ano, o número de financiamentos de veículos em Rondônia foi de 38.820 unidades.

No Norte foram realizados 30.107 financiamentos em agosto. No acumulado do ano, foram financiados 240.715 veículos na região. No Brasil, os veículos financiados atingiram 513.948 unidades em agosto, entre automóveis leves, motocicletas, pesados e outros, apresentando uma queda de 4% frente ao mês anterior e de 12% em relação a agosto de 2013. Desse total, 243.766 foram de veículos novos e 270.182 foram de usados.

O SNG é uma base privada de abrangência nacional que reúne as informações sobre restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de concessão de crédito. Essa base é consultada e atualizada em tempo real pelas instituições financeiras.

Sobre a Cetip

Cetip é a integradora do mercado financeiro. É uma companhia de capital aberto que oferece produtos e serviços de registro, custódia, negociação e liquidação de ativos e títulos. Por meio de soluções de tecnologia e infraestrutura, proporciona liquidez, segurança e transparência para as operações financeiras, contribuindo para o desenvolvimento sustentável do mercado e da sociedade brasileira. A empresa é, também, a maior depositária de títulos privados de renda fixa da América Latina e a maior câmara de ativos privados do País. Mais de 15 mil instituições participantes utilizam os serviços da Cetip. Entre eles, estão fundos de investimento; bancos comerciais, múltiplos e de investimento; corretoras e distribuidoras; financeiras, consórcios, empresas de leasing e crédito imobiliário; cooperativas de crédito e investidores estrangeiros; e empresas não financeiras, como fundações, concessionárias de veículos e seguradoras. Milhões de pessoas físicas são beneficiadas todos os dias por produtos e serviços prestados pela companhia, como processamento TEDs e liquidação de DOCs, bem como registros de Gravame, CDBs e títulos de renda fixa.

Fonte: AI e Diário da Amazônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA