PF e TRE apreendem material irregular de campanha com imagem de Lula, em RO

A Polícia Federal (PF) e a Justiça Eleitoral apreenderam, nesta quarta-feira (3), dezenas de panfletos usados na campanha do Partido dos Trabalhadores (PT) em Porto Velho. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE-RO), o material foi considerado irregular por conter imagens do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como candidato à Presidência da República em 2018.

O material, segundo o TRE-RO, poderia levar os eleitores ao erro, já que o ex-presidente Lula está preso na sede da Polícia Federal em Curitiba por corrupção e lavagem de dinheiro desde abril de 2018.

O atual candidato do PT para o executivo nacional é Fernando Haddad, do mesmo partido.

Durante a tarde desta quarta-feira, um caminhão do TRE-RO precisou ser usado para transportar o material ilegal de campanha, que agora está apreendido no prédio do TRE em Porto Velho.

Buscas também foram realizadas na sede do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), sigla coligante com o PT a nível estadual. Porém, segundo a assessoria do partido, só foi encontrado material de campanha do candidato ao governo de Rondônia e do candidato à presidência, ambos do PSOL. E que os agentes saíram do local sem maiores questões.

Conforme o TRE-RO, o PT foi intimado a regularizar o material que está em fase de produção em um prazo de 48 horas, sob pena de desobediência de ordem judicial e multas na legislação eleitoral.

Ao G1, o Partido dos Trabalhadores disse que mais uma vez a sigla é vítima da truculência da Justiça. A defesa do PT também disse que os agentes chegaram a levar materiais considerados regulares pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e que recorrerá a Justiça para reaver esse material e dar prosseguimento na campanha e divulgação de suas propostas.

Foto: TRE-RO/Divulgação

Fonte: G1

Deixe o seu comentário