PLANO DE DESENVOLVIMENTO ESTADUAL SUSTENTÁVEL DE RONDÔNIA É APRESENTADO NA FIERO

REUNIAO FIEROPORTO VELHO – Na manhã desta quarta-feira (11.02) a Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (Fiero) sediou a apresentação do Plano de Desenvolvimento Estadual Sustentável de Rondônia (PDES/RO), que está sendo elaborado pelo Governo de Rondônia em cooperação técnica com o Ministério da Integração.

De acordo com Bianca Rodrigues, coordenadora de Desenvolvimento e Políticas Públicas da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (SEPOG), a apresentação do plano tem por objetivo discutir e consolidar as vocações econômicas e potencialidades existentes no Estado, levantadas durante a realização de oficinas preliminares nas cidades de Porto Velho, Ji-Paraná e Ariquemes, para subsidiar o Diagnóstico Situacional Participativo, realizado por consultoria contratada pelo Ministério da Integração. “Com isso, queremos construir e executar ações integradas com os governos estadual e federal e setor produtivo, para que de fato o Plano de Desenvolvimento tenha sua aplicabilidade garantida”, frisou.

Bianca acrescenta que o debate com as intuições representativas da indústria é fundamental para a consolidação do plano. “Nossa meta, além de apontar caminhos, é aproveitar o que já existe de oportunidades de desenvolvimento para Rondônia”.

O superintendente da Fiero, Gilberto Baptista, pontuou que Rondônia está situado em ponto estratégico para escoamento de commodities. “Um corredor bem estruturado com hidrovia, ferrovia e rodovia propiciam o crescimento e desenvolvimento do Estado e contribui para a agregação de valor de tudo que produzimos. Nós precisamos de condições para produzir e industrializar para vendermos o produto final e sairmos da condição de venda de matéria prima”, explicou.

O presidente da Fiero, Marcelo Thomé, destaca que a construção integrada do Plano de Desenvolvimento é apenas o primeiro passo. “Precisamos aumentar a competitividade da nossa região e maximizar as oportunidades de desenvolvimento, fortalecendo a nossa indústria. Para isso, um Pano de Desenvolvimento bem estruturado e que seja construído junto com o setor produtivo tem sua aplicabilidade mais viável. Além disso, é necessário efetivar a execução do plano tornando-o Lei, desta forma podemos assegurar sua execução e oportunizar aos industriais de Rondônia melhores condições de produção e competitividade no mercado”, argumentou.

Fonte: comunicação fiero

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA