Pressionado, prefeito de Candeias renuncia

SessaoUma semana após exonerar a primeira-dama do cargo de secretária de Saúde do município, o prefeito Francisco Sobreira de Soares, o “Careca”, de Candeias do Jamari, renunciou ao cargo, ontem à tarde.

A renúncia aconteceu durante uma sessão solene realizada pela Câmara Municipal, ocasião em que foi lido o Termo de Renúncia entregue à Mesa Diretora da Casa.

O recebido foi assinado pelos vereadores Júnior Silva, presidente (PP); Miguelzinho Sena, vice (PRP); Cézar do Candeias, 1º secretário (PC do B); e Meire Gusmão, 2º secretária (PV).

Careca assumiu a prefeitura de Candeias em 2014, com a renúncia do prefeito Osvaldo Souza, o “Dinho”, que deixou o cargo para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa sem obter sucesso.

No discurso de despedida, Careca justificou sua renúncia ao alegar problemas de doenças e que estava precisando de mais tempo para cuidar da família, principalmente dos pais que já estão em idade avançada.

Novo prefeito

Após recepcionar a renúncia, a Câmara empossou o presidente da Casa, o vereador Júnior Silva, como novo prefeito de Candeias do Jamari. Ele exercerá um mandato tampão até 31 de zembro. No dia 1º assume o prefeito que será eleito em outubro.

Ao falar pela primeira vez com prefeito do município, Júnior Silvou conclamou a sociedade e os partidos políticos locais para se unirem em torno do projeto de Candeias da crise que está mergulhada.

“Esse não é um momento para se comemorar, não é um momento de alegria por causa das dificuldades que passa a prefeitura. Precisamos recuperar nosso município para que tenhamos motivo para festejar”, discursou o prefeito empossado.

Com a renúncia de Júnior Silva para assumir a prefeitura, o vice-presidente da Câmara, Miguel Sena foi empossado como novo presidente da Casa. A vaga deixada por Silva foi assumida pelo suplente de vereador Edcarlos Santos (PSD).

Pressão

Apesar de alegar problema de doença para deixar o cargo, a situação do ex-prefeito Careca, que já estava ruim por causa da inércia administrativa, piorou depois que sua esposa, a ex-primeira-dama Djeimi Cheurie, forjou um sequestro, de acordo com o que apurou a polícia.

A situação de abandono do município levou a população a se organizar a fazer manifestação público cobrando melhorias na educação e saúde, principalmente.

Por meio das redes sociais e de grupos no whatsapp, como o Manifestação Candeias e Opinião Política, a população passou a exigir a renúncia do prefeito Careca.

Uma enquete chegou a ser colocada no ar pelo facebook para saber se a população era contra ou a favor da neúncia do prefeito. A maioria foi a favor. Nos protestos de rua realizados na sede do município e no distrito de Triunfo, a população voltou a pedir a renúncia do prefeito.

Políticamente, a renúncia foi a melhor saída para o ex-prefeito. É que a Câmara já tinha pronta a denúncia para pedir a cassação de Careca. O documento seria lido na sessão de ontem, mas com a renúncia, foi deixado de lado. Se fosse cassado, Careca perderia os direitos políticos e ficaria inelegível por oito anos

Fonte: Diário da Amazônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA