PRF confirma fuga de presos durante transporte na BR-364 em RO; 2 são recapturados

Três de oito presos pularam de um carro da Secretaria Estadual de Justiça de Rondônia (Sejus) na tarde desta segunda-feira (25) e fugiram pela mata. Um deles, de 50 anos, já foi recapturado.

A fuga teria acontecido por volta das 16h na altura do quilômetro 30, em Porto Velho, a cerca de 15 quilômetros de distância do presídio federal, após ambos terem conseguido danificar a gaiola do veículo e escapar com o carro ainda em movimento.

A informação foi confirmada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que conta com duas viaturas dando apoio na região para encontrar o preso restante. A corporação foi chamada pelos agentes penitenciários responsáveis pelo transporte.

Até o fechamento desta reportagem, a PRF não informou se encontrou ou não um dos apenados que continua foragido, mas disse que as buscas são realizadas com ajuda da Sejus, da Polícia Militar e do Exército Brasileiro.

Um dos detentos foi recapturado de imediato pelos agentes. O outro foi encontrado no KM 745, sentido Porto Velho/Acre.

Ele foi achado pela PRF com escoriações pelo corpo, oriundas de quem teria corrido por meio da mata. O homem confessou que fugiu e alegou cumprir pena por roubo. Após a recaptura, foi entregue aos agentes da Sejus.

Conforme a polícia rodoviária, os presos teriam danificado a gaiola do carro e pulado do veículo em movimento.

Além disso, a PRF disse que eles seguiam de Guajará-Mirim (RO) para o Presídio Pandinha, na capital rondoniense. Agentes penitenciarios federais auxiliaram na conclusão da escolta dos outros detentos

G1 entrou em contato com a Sejus por telefone e e-mail para obter mais informações. Em resposta, a assessoria da Secretaria de Justiça disse apenas que ainda não recebeu qualquer informação referente ao caso, mas que segue apurando a situação.

O caso acontece dois dias após a fuga em massa do presídio Ênio Pinheiro, em Porto Velho. Na ocasião, detentos serraram três grades da cela de um dos pavilhões da unidade prisional, que possui cerca de 550 apenados.

Sobre o quantitativo de presos que fugiram, os órgãos responsáveis divergem. Até o momento, a Polícia Militar confirma 10 detentos, enquanto a Sejus contabilizou 11.

Já o Sindicato dos Agentes Penitenciários de Rondônia (Singeperon) diz que foram cerca de 15, pontuando que o número pode ser maior. O caso foi encaminhado à Unidade de Polícia Judiciária para dar início às investigações.

Os detentos foragidos do Ênio Pinheiro ainda não foram encontrados. A unidade prisional, localizada a 12 quilômetros do Centro da capital rondoniense, está sob a intervenção da PM há um mês.

Foto: Divulgação/PRF
Fonte: G1 

Deixe o seu comentário